Praça da Matriz será reinaugurada com clássicos da música amazonense e Cantata de Natal

Música

Nesta quarta-feira, 15/11, feriado da Proclamação da República, a Praça XV de Novembro – a popularmente conhecida Praça da Matriz – será novamente entregue à população pelo prefeito Arthur Virgílio Neto. O resgate histórico não estará somente na arquitetura, que foi revitalizada, a grande festa de reinauguração do espaço vai relembrar grandes momentos da música amazonense e já entrar no clima natalino, com a entrega da primeira Árvore de Natal da cidade. A programação se iniciará às 16h e o trânsito na avenida Eduardo Ribeiro, no trecho próximo ao Relógio Municipal, será interditado a partir das 6h.

Três grandes nomes da Música Popular Amazonense (MPA) cantarão no palco do evento. Lucilene Castro, Nunes Filho e Zezinho Correa farão um show assinado pelo maestro Paulo Marinho. A reinauguração da Matriz contará ainda com uma ‘Celebração de Bênção’, na presença do Arcebispo Metropolitano de Manaus, dom Sérgio Eduardo Castriani, além da presença do ministro da Cultura (MinC), Sérgio Sá Leitão, e da presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa.

“É uma grande satisfação reinaugurar a Matriz com essa festa, até mesmo pelo valor simbólico que a própria igreja nos remete. A entrega da praça é um presente para a população e integra o projeto de ressignificação do Centro Histórico de Manaus, proposto pelo prefeito Arthur Neto e o vice Marcos Rotta”, comentou José Cardoso, vice-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

O palco será montado na lateral da avenida Eduardo Ribeiro, próximo ao Relógio Municipal, ponto turístico que também será entregue à população totalmente restaurado. O acesso é gratuito. No repertório musical, canções como “Nossa Senhora” e “Emoções”, do Rei Roberto Carlos; “Amazonas”, de Chico da Silva; e “Aquarela do Brasil”, além das toadas como “Tic Tic Tac” e “Ritmo Quente”, com o cantor Zezinho Corrêa.

“Os shows foram elaborados com muito carinho para essa ocasião especial, teremos uma banda base para acompanhar os artistas durante as apresentações, tudo para que a população possa prestigiar um belo evento”, comentou o maestro e arranjador, Paulo Marinho, que assina a direção musical do evento.

Devoto de Nossa Senhora da Conceição, Nunes Filho, se sente honrado em participar dessa grande celebração à Matriz. “Sinto-me honrado por ser reconhecido e chamado para um momento tão especial e significativo para a nossa cidade que é a entrega da Matriz. Há muitos anos eu frequento a Igreja, vou faço minhas orações e amanhã iremos fazer um grande show”, comentou o cantor.

Os artistas farão suas apresentações em dois momentos, às 16h, na abertura, e às 18h20, após o descerramento da placa. O evento contará, ainda, com o coral de 30 alunos da Escola Municipal Don Jacson Damasceno, que fica no bairro Jorge Teixeira, na zona Leste de Manaus. Com idades entre 11 e 14 anos, os estudantes apresentarão canções populares como “Maria Maria” e “Amigo”, de Milton Nascimento; e o “Caderno”, de Toquinho, entre outras.

Para um dos tenores do coral, Micaías Maciel Enes, de 13 anos, participar da reinauguração de um ponto turístico tão importante para a história de Manaus é algo marcante para todos. “É um momento muito especial para todos nós. Participar de uma reinauguração de um lugar que conta a história da nossa cidade, podendo mostrar para os convidados o nosso trabalho, é gratificante”, comentou.

Trânsito

A avenida Eduardo Ribeiro será interditada a partir das 6h da manhã desta quarta-feira, 15/11, no trecho entre as avenidas Sete de Setembro e Marquês de Santa Cruz. Quinze agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) vão monitorar o trânsito para garantir o acesso seguro de pedestres ao evento.

Segundo o diretor de Controle e Gestão do órgão, Sandro Moacir, o terminal central de ônibus não terá o trânsito interrompido. No entanto, os agentes do Manaustrans vão monitorar a circulação dos veículos nas vias do entorno e verificar a possiblidade de outras intervenções na área.

“O acesso para a área da festa poderá ser feito pela rua Luiz Antony, rua Governador Vitório e avenida Sete de Setembro, que estará livre para o tráfego no trecho entre a Getúlio Vargas e Eduardo Ribeiro”, explicou Sandro.

Natal do Abraço

Durante a reinauguração da Praça da Matriz também será entregue à população a primeira árvore de Natal da cidade. A árvore criada pelo artista plástico, Dã Alfaia, irá ter 16 metros de altura por sete metros de diâmetro. Terá ainda uma ambientação rasteira com 10 metros de diâmetro, que recebeu o nome de “Jardim de Estrelas” e contará com caixas de presentes, arabescos, laços e estrelas.

“O conceito do Natal deste ano da Prefeitura de Manaus é o “Natal do Abraço”. Entendemos que o abraço é o gesto mais significativo do período de fim de ano, onde transmitimos os melhores sentimentos e desejos. E a entrega da Praça da Matriz é um grande abraço que a gestão do prefeito Arthur Neto está dando à cidade de Manaus. Não poderíamos escolher melhor data para inaugurar a decoração natalina da cidade”, destacou a vice-presidente do Fundo Manaus Solidária (FMS), Mônica Santaella.

A árvore de Natal da Praça da Matriz seguirá o conceito tradicional, conforme o artista plástico, especialmente por se tratar do local em que ela ficará exposta. Conforme Dã Alfaia, a Praça da Matriz está sendo entregue à população repaginada, mas mantendo o seu conceito original. As árvores do entorno da Árvore de Natal também receberão decoração, elas devem formar um “Céu de Estrelas” e embelezar ainda mais o cenário montado para que as pessoas visitem e se encantem.

“Não só a Árvore de Natal, mas outros elementos irão ser utilizados para compor esse clima natalino que encanta a todos. O resgate da tradição histórica da Praça da Matriz aliado a este clima natalino vai tornar o Natal da nossa cidade ainda mais bonito”, finalizou o artista plástico.

Nova Matriz

O espaço recebeu novas pinturas, instalação de bancos com icnografias da Belle Époque, instalação de gradis, iluminação, jardinagem, calçadas com pedras de São Tomé e as bancas de comida típicas, revista e o posto policial.

No antigo aviaquário foram encontradas pedras jacarés e lióz da criação original, vindas diretamente de Portugal. O local será isolado e sinalizado para visitação do primeiro achado arqueológico. As obras estão bem avançadas e respeitaram todas as recomendações do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

No futuro, o espaço receberá nova intervenção, assim como o chafariz, que, por conta do encerramento das atividades do programa federal “Monumenta”, ainda será restaurado.

Paisagismo

Para valorizar ainda mais o resgate da identidade do espaço, a prefeitura realizou um amplo trabalho de recomposição da arborização da Matriz. Foram 62 novas árvores plantadas e mais de dez mil mudas ornamentais distribuídas em 30 canteiros e jardins. Uma das novidades do projeto paisagístico do logradouro é a inclusão de oitizeiros no passeio público da rua 15 de Novembro, em frente ao Terminal da Matriz, com o plantio de 20 mudas da espécie. Ao todo, o conjunto arbóreo da Praça da Matriz agora conta com 163 árvores, incluindo as novas plantadas e as já existentes. O plantio integra as ações do projeto “Arboriza Manaus”.

“Também realizamos o resgate histórico em relação ao paisagismo e a arborização da Praça da Matriz, com o aval do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Foi possível revelar para a cidade a beleza de árvores centenárias, como é o caso do apuizeiro, situado num dos canteiros principais da praça, e espécies nobres como o mogno, também presente no conjunto arbóreo do logradouro”, explicou o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) Antonio Nelson.

E para que tudo fique pronto até esta (quarta, 15/11) a limpeza da Matriz também recebeu reforço, com 20 servidores intensificando as ações. “O cuidado é com a jardinagem e implantação de mudas. Tudo isso para deixar a praça bonita e aprazível para receber de volta a população”, disse o subsecretário operacional da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), José Rebouças.

 

Fonte – Semcom

Deixe uma resposta