Comitiva da OCB participou de audiência na embaixada brasileira na França

Notícias

O trabalho da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), para criar um ambiente favorável ao desenvolvimento sustentável das cooperativas, foi apresentado ao embaixador do Brasil, na França, Paulo Campos. Dentre os exemplos citados pelo representante do Brasil junto ao Conselho da Aliança Cooperativa Internacional, Onofre Filho, esteve o Catálogo Brasileiro das Cooperativas Exportadoras. Onofre que também é presidente da OCB/MT esteve em Paris para participar da reunião do Conselho de Administração da Aliança Cooperativa Internacional, ocorrida nos dias 9 e 10 de abril.

O documento apresentado ao embaixador brasileiro é traduzido para dez idiomas e reúne as principais informações relativas aos produtos, endereços, contatos e demais dados que podem aproximar aqueles que compram daqueles que vendem, ampliando as relações comerciais entre as cooperativas brasileiras e o mundo. O material está disponível no site do Sistema OCB, na aba serviços.

O embaixador se mostrou bastante empolgado com as iniciativas da OCB e se colocou à disposição das cooperativas brasileiras para realização de eventos de promoção comercial na França. Segundo ele, o setor comercial da Embaixada trabalha para divulgar os produtos exportados pelo Brasil e que uma das ferramentas utilizadas para isso é o Catálogo Brasileiro de Cooperativas Exportadoras.

O cooperativista brasileiro agradeceu e disse que a possibilidade de utilizar a estrutura da Embaixada deve ser aproveitada, também, para eventos de prospecção de imagem e networking, a fim de conectar os dirigentes de cooperativas brasileiras com possíveis parceiros comerciais da França e seus países vizinhos.

RESTRIÇÃO

A França é um dos principais destinos das exportações de cooperativas brasileiras à Europa. No entanto, produtos agropecuários, que são a maioria da pauta exportadora das cooperativas brasileiras, ainda sofrem restrições tarifárias para entrada na União Europeia. Sobre o assunto, Onofre Filho reforçou, junto ao Embaixador, o interesse do setor cooperativista nas negociações para entrada de produtos agropecuários com taxas mais justas nos países europeus.

VISITA TÉCNICA

Paralelamente à reunião do Conselho de Administração da Aliança Cooperativa Internacional, ocorrida nos dias 9 e 10 de abril, em Paris, a comitiva da OCB teve a oportunidade de visitar cooperativas francesas atuantes na região de Paris. O brasileiro Onofre Filho chefiou a delegação que teve a oportunidade de conhecer uma agência da rede de cooperativas de crédito Caisse d’Espargne e a sede da Coop FR, instituição de representação do cooperativismo francês. O objetivo das visitas foi conhecer a experiência das cooperativas daquele país e estreitar os vínculos comerciais com os parceiros franceses.

CRÉDITO

A Caisse d’Espargne é o segunda maior sistema de cooperativas de crédito da França. Fundada em 1818, a cooperativa possui atualmente 700 mil cooperados espalhados por toda a França. O número de clientes atendidos é chega a 3 milhões de pessoas. Com um grande número de agências de atendimento, a Caisse d’Espargne possui uma estratégia de oferecer um serviço prático e sempre presente aos seus cooperados e clientes. A ideia é que o ponto de atendimento esteja sempre situado em uma distância não maior que 15 minutos da residência de seus cooperados e clientes.

REPRESENTAÇÃO

A Federação de Cooperativas da França, conhecida como Coop FR, também recebeu a delegação brasileira. Durante o encontro, foram apresentados os números do cooperativismo no país, sua participação econômica e participação no desenvolvimento social da França. Os delegados puderam ainda discutir possíveis áreas de cooperação bilateral para a área de pesquisa e formação em cooperativismo.

MAIS COOPERATIVISTA

A França é um dos países mais cooperativistas do mundo em termos de participação de mercado. As cooperativas de crédito francesas, por exemplo, detêm aproximadamente 60% do mercado financeiro do país, que possui a quinta maior economia do mundo. As cooperativas agropecuárias também são muito estruturadas, representando aproximadamente 5% do PIB francês. O país também se destaca em setores como seguros e serviços mutualistas e, ainda, nos ramos Consumo e Trabalho.

IRÃ E RÚSSIA

A segunda reunião do Conselho de Administração da Aliança Cooperativa Internacional deste ano também contou com a presença dos membros eleitos em novembro de 2017, dos presidentes dos organismos setoriais da ACI e dos representantes dos comitês de Gênero e Juventude. Dentre os assuntos da pauta esteve a entrada do Irã e da Rússia na ACI, candidaturas aprovadas pelos participantes.

BRASIL

O Brasil é representando no Conselho de Administração da ACI por Onofre Filho, presidente da OCB/MT e membro da Diretoria Executiva da OCB. Filho foi eleito em novembro de 2017, durante a Assembleia Geral da ACI em Kuala Lumpur, na Malásia. Sexto mais votado entre os quinze conselheiros eleitos, ele tem um mandato até o ano de 2022. O Conselho da ACI se reúne três vezes por ano e é responsável pelo planejamento estratégico e orçamento da Aliança.

 

Fonte – OCB

Deixe uma resposta