FAEA instala comissão de avicultura para trazer mais representatividade ao setor

Notícias

Apesar de já ser um setor consolidado no Estado, com uma produção diária de ovos em torno de dois milhões de unidades, o segmento de avicultura no Estado ainda tem muitos desafios a enfrentar. Para dar mais representatividade ao setor, inclusive em âmbito nacional, a FAEA instalou na tarde desta quinta-feira (3), a comissão de avicultura da federação.

Para compor a comissão, o presidente da FAEA, Muni Lourenço, convidou empresários e representantes do setor, respondendo pelo cargo de presidente, o também presidente da Associação Amazonense de Avicultura (AAMA), Kuniya Takano. A vice-presidência ficou a cargo do empresário do setor, Luiz Mário Peixoto e o empresário Milton Sakamoto, foi instituído secretário da comissão. O membro da diretoria da FAEA, Carlos Bessa, também compõe o grupo.

Durante a solenidade, o presidente da FAEA, destacou pontos de atenção a serem trabalhados pela comissão recém-formada. “Embora o setor já seja considerado consolidado no Estado ainda temos diversos desafios a enfrentar, entre eles, o custo do farelo de soja e do milho que onera bastante o custo de produção do segmento, impedindo ainda um crescimento muito maior”.

Para o presidente da comissão, Kuniya Takano, além do valor dos insumos e de questões logísticas, com esta oportunidade, o setor poderá lutar por pleito como o aprimoramento de pequenos criadouros e por mais visibilidade nacionalmente.

“Estamos felizes por esta porta que a FAEA está abrindo, dando condições para que a avicultura local continue criando gerações e mais gerações de avicultores no Estado”, comemorou.

O setor

Atualmente o setor de avicultura emprega 20 mil pessoas no Amazonas e mantém 2,5 milhões de aves no Estado, o que garante a produção de 2 milhões de ovos por dia. O setor movimenta R$ 250 milhões por ano.

 

Fonte – Faea

Deixe uma resposta