Feiras de Produtos Regionais no Amazonas movimentaram mais de 19 milhões em 2017

Notícias

O Governo do Estado do Amazonas, por meio do Sistema Sepror (Secretaria de Produção Rural) e Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), comemoram os resultados das 21 Feiras de Produtos Regionais, sendo oito em Manaus e 13 nos municípios, no decorrer de 2017. Ao todo, as feiras movimentaram R$ 19,8 milhões, impulsionando a economia local, sendo R$ 2,8 milhões no interior. As feiras da ADS promovem interação entre consumidores e agricultores, sem os intermediários.

“É muito bom saber que o trabalho realizado por nós, do Sistema Sepror, afeta positivamente tantas pessoas. Isso é amor à causa pública. Nos empenharemos para melhorar mais ainda o que já dá certo, principalmente para chegarmos a mais municípios do interior”, ressalta o presidente da ADS, Lucio Flávio do Rosário.

As feiras são organizadas pela ADS, mas realizadas por meio de parcerias com entidades privadas, prefeituras e associações, como a Associação dos Sargentos da Amazônia (ASA) e o Clube dos Suboficiais e Sargentos da Aeronáutica em Manaus (Cassam). “Sem essas parcerias, seria praticamente impossível fazermos as feiras. Então só temos a agradecer às instituições que nos cedem os espaços. Desde os três shoppings centers até os de natureza publica, como o Comando da Polícia Militar, muito obrigado”, enfatiza Lucio Flávio.

Empreendedorismo – Ao todo, 19.220 produtores rurais passaram a desempenhar o ofício de vendedores de seus próprios produtos. Foram mais de 4 milhões de quilos de alimentos, produzidos no Amazonas, que chegaram às residências dos 857 mil consumidores registrados nas feiras. Números que influenciam a vida das pessoas, econômica e socialmente.

“Se as famílias tiverem qualidade de vida no interior, a vinda para os centros urbanos não acontecerá. O trabalho da ADS tem para o Amazonas um peso muito maior do que o simples cunho comercial”, afirma Lúcio.

Agricultores – A agricultora Nonata da Silva trouxe pelo menos 100 vasos com flores, pimenteiras e vários tipos de cactos. Ela está empolgada com o novo espaço comercial. “Estou muito alegre de poder mostrar nossa produção dentro de um shopping e sem intermediários. É muito bom e nos motiva bastante”, explica a moradora da comunidade Francisca Mendes, no Rio Preto da Eva.

Com a mesma alegria, Katiana de Melo, produtora de alface e rúcula no ramal do Pau Rosa, participa do projeto desenvolvido pelo Governo do Amazonas. “Hoje sou pura felicidade. Espero que em 2018 nós, produtores, possamos dar continuidade nesse trabalho nas feiras e que a organização e higiene desses espaços traga novos clientes até nós. Que outros espaços como esse sejam criados”, frisa.

Mais qualidade de vida e renda – Irene Lima, veio do município Iranduba. Ela produz frutas, legumes e outros produtos. Ela agradece a oportunidade de estar semanalmente nas feiras e reconhece que teve uma melhoria na renda e qualidade de vida. “ É muito bom trabalhar num espaço assim. Isso nos dá dignidade. Vai dar certo”, profetiza Irene.

Inovação – Para 2018, a novidade é que, com exceção da Feira da Policia Militar, todas as demais, na capital e no interior, serão realizadas semanalmente. A única folga prevista é a do sábado que antecede a Páscoa. Todos os fins de semana, as Feiras de Produtos Regionais serão realizadas.

 

Fonte – Secom

Deixe uma resposta