Governo do Amapá, compra R$ 21 mil em alimentos de produtores locais para escolas da cidade de Itaubal

Notícias

Na última segunda-feira, 23, foi a vez do município de Itaubal, distante 112km de Macapá, receber mais uma feira do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Através do programa, sete escolas entre estaduais e municipais, receberam do Governo do Estado do Amapá (GEA) alimentos provenientes da produção de 20 agricultores familiares do município.

O programa é desenvolvido pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap), que realiza a compra direta da produção e repassa à Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS), responsável pelo cadastro das entidades sociais e pela distribuição dos produtos.

Nesta ação em Itaubal, o GEA adquiriu 4,8 mil quilos de produtos como alface, banana, cebolinha, coco, coentro, couve, feijão verde, limão, massa de mandioca, mamão, maxixe, melancia, pepino, pimenta verde, quiabo, além de peixes e frango, diretamente dos agricultores, o que representa mais de R$ 21 mil em alimentos. Em média cada agricultor receberá cerca de R$ 1 mil.

Segundo o agricultor João dos Santos, 57, da comunidade de São Tomé, distrito de Itaubal, o programa valoriza o trabalho dos pequenos produtores. “Esse programa é excelente, pois compra nossa produção por um preço muito bom e é um dinheiro certo. Ver nosso produto ser consumido em escolas e algo gratificante”, afirmou.

A professora Symeia Helena, diretora da Escola Estadual Ana Claudina Picanço, localizada no distrito do Carmo do Macacoari, que atende cerca de 200 alunos, destacou a satisfação da comunidade escolar em consumir estes produtos. “Temos uma aceitação muito grande por parte dos alunos em relação a esses alimentos e é muitas vezes o complemento certo da merenda escolar, isso tem nos ajudado muito”, declarou.

Outra instituição de ensino beneficiada pelo programa é a Escola Estadual Wilson Hill de Araújo, a maior do município de Itaubal, que atende 500 alunos nos três turnos. “Ficamos muito satisfeitos, os alimentos repassados para a escola ajudam muito e podemos diversificar o cardápio da escola. Observamos que os estudantes aprovam a merenda com os alimentos regionais”, disse o diretor do educandário, Jacinei da Silva.

Em Itaubal, desde o ano de 2016 até esta edição da feira, já foram inseridos na economia do município cerca de R$ 270 mil em alimentos e mais de 60 agricultores fornecem produtos para o programa. Ainda este ano o município terá mais duas edições da feira, todas no mês de novembro.

De acordo com coordenadora do PAA no Amapá, Darciane Gomes, atualmente o programa chega aos 16 municípios do Estado e mais de R$ 5 milhões já foram investidos na aquisição de alimentos desde a retomada do programa em 2015.

“Conseguimos retornar as atividades em 2015 e desde então conseguimos executar todas as etapas programa. O Amapá é tido como exemplo no cumprimento das metas pelo Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA)”, concluiu.

A próxima localidade a receber a feira será a Vila Progresso, arquipélago do Bailique, onde a programação ocorre no dia 30.

Para ser beneficiada através do PAA, a entidade deve estar devidamente cadastrada no Núcleo de Segurança Alimentar e Nutricional (NSAN) da Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social.

Criado em 2003, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma ação do Governo Federal, com execução dos Estados, para colaborar com o enfrentamento da fome e da pobreza no Brasil e, ao mesmo tempo, fortalecer a agricultura familiar. Para isso, o programa utiliza mecanismos de comercialização que favorecem a aquisição direta de produtos de agricultores familiares ou de suas organizações, estimulando os processos de agregação de valor à produção.

 

Fonte – Governo do Amapá

 

Deixe uma resposta