Idam articula com Banco da Amazônia a quantia de R$ 44 milhões em financiamentos para o setor primário do Amazonas

Notícias

Na manhã desta terça-feira (05/12), o diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), João Campelo, recebeu o Superintendente do Banco da Amazônia (Basa), Nélio Gusmão, para buscar alternativas que garanta o acesso dos produtores rurais do estado ao crédito de R$ 44 milhões em financiamentos, que será oferecido ao setor primário pela instituição financeira em 2018.

Em pauta também estiveram temas como a renovação de convênios e saídas para reduzir a quantidade de inadimplentes do setor, reforçando a Lei 13.340, que propõe a regulamentação junto ao banco até ao final do mês de dezembro.

Para o diretor-presidente do Idam, João Campelo, o maior desenvolvimento do setor primário acontece quando o Estado trabalha em conjunto com instituições que fortaleçam a produção rural. “Estamos aqui para unir esforços. Nossos agricultores rurais produzem bem e, muitas vezes, não se desenvolvem por falta de escoamento e recursos financeiros. O Governo do Amazonas tem visto com carinho esse fator. Por isso, é importante fortalecer o relacionamento com as instituições financeiras, visando dar oportunidade do homem do campo garantir o financiamento nas atividades agrícolas e pecuárias, voltando a expandir a sua produtividade”, explicou o presidente.

Regularização – Um dos desafios do Basa no estado do Amazonas é buscar a regularização de mais de 32 mil operações que estão no amparo da Lei 13.340, que permite que produtores rurais repactuem suas dívidas ou as liquidem com descontos que podem chegar aos 85%. “O Idam é o nosso principal parceiro, por estar na ponta junto com o produtor, sabendo das principais cadeias produtivas nos 62 municípios do Amazonas. Por isso, estamos aqui para fazer parte deste planejamento e não apenas tirar o trabalhador da inadimplência, mas também dar suporte para que ele volte a produzir e crescer”, afirmou o superintendente do Basa, Nélio Gusmão.

Para o gerente de Crédito Rural do Idam, Pedro Chaves, que também participou da reunião, os produtores rurais e agricultores familiares, no próximo ano, irão fazer parte de uma nova metodologia, onde serão convidados a participar das capacitações para a atividade que ele deseja financiar.

 

Fonte – Secom

Deixe uma resposta