No Amazonas – extrativistas conhecem ferramentas de apoio à comercialização da piaçava

Notícias

A partir desta segunda-feira (25) até o dia 27 de junho, os extrativistas de piaçava no Amazonas terão a oportunidade de conhecer a Política de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio). Técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) explicarão as regras de acesso à política, bem como as responsabilidades e obrigações dos participantes.

Os encontros também são uma oportunidade para os agricultores familiares da região tirarem suas dúvidas sobre o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que apoia a comercialização de produtos da agricultura familiar, além de um momento para conhecer as demais áreas de atuação da Companhia, como o Programa de Vendas em Balcão (ProVB), que oferta milho para uso na ração animal.

A PGPM-Bio é uma subvenção do governo federal a 18 produtos. Os extrativistas individuais ou organizados em associações cooperativas recebem um bônus na venda do produto coletado nas florestas, desde que a venda tenha sido realizada por um preço inferior ao mínimo fixado pelo governo federal.

Operacionalizada pela Conab com apoio do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) da Casa Civil, a política visa o fortalecimento e o desenvolvimento socioeconômico dos povos e comunidades tradicionais, a permanência do homem na floresta e a garantia de renda, assim como a conservação, preservação e uso sustentável dos recursos naturais.

Esta série de reuniões para capacitação é realizada pela Conab com o apoio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam).

 

Fonte – Conab

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta