Sistema Oportunidades auxilia agricultores de todo o Brasil a venderem seus cultivos

Notícias

Ivan Andrade é agricultor independente e também técnico agropecuário da Fundação de Apoio à Agricultura Familiar do Semiárido da Bahia (Fatres). Ivan soube de uma chamada pública divulgada pelo Sistema Oportunidades , monitorado pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead). O sistema já monitorou mais de 5 mil editais desde o seu funcionamento em julho de 2017.

A ferramenta auxilia agricultores de todo o Brasil a venderem seus cultivos, fornecendo para diversas instituições, como escolas, presídios e hospitais, através de programas de incentivo à agricultura familiar. “Eu navego muito pelos sites do Governo e em uma dessas navegações descobri o Sistema. ”, declarou o agricultor.

O serviço de Monitoramento da Sead publica os editais no Portal e envia seus conteúdos através de aplicativo de mensagens (WhatsApp) as oportunidades de acordo com o estado e o município dos cadastrados. A ferramenta tem beneficiado principalmente os agricultores que possuem interesse nas chamadas públicas de seu município e região.

A Prefeitura de Monte Santo lançou uma chamada pública do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), em janeiro de 2018, para a aquisição de 35 produtos como iogurte, frutas, legumes, ovos, entre outros. O agricultor Ivan firmou contrato com a Prefeitura de Monte Santo (BA), através da Associação dos Produtores Rurais da Fazenda Rio Pequeno que conta com 20 associados.

“Cada grupo apresentou os produtos que poderiam fornecer e foi construída a proposta que ia ser entregue. Alguns dos produtos foram: alface, coentro, cebolinha, aipim, abóbora, polpa, beiju, bolo e mingau de tapioca. ”, explicou o agricultor. Ivan já fechou outros contratos, ofertando também produtos de seu próprio cultivo em parceria com seus cinco irmãos. A família possui horta e cria galinhas caipiras, caprinos, ovinos e suínos.

Em 2014 o investimento da Prefeitura de Monte Santo na agricultura familiar, no âmbito do Pnae, foi de aproximadamente R$ 279 mil. No ano seguinte, o investimento foi de R$ 529 mil e para 2018 foi previsto o valor de R$ 707 mil. O aumento do investimento é notável, tanto nos valores como também nos benefícios para a agricultura familiar.

“É através dessa iniciativa que os agricultores podem aumentar seus cultivos ou produções, pois sabem que têm maior segurança para venderem seus produtos. Só de alguns anos para cá está sendo mais valorizada a nossa agricultura familiar, através dos programas de incentivo, comercialização e assistência técnica. Acredito que nossos agricultores estão mais felizes com essas iniciativas. ”, ressalta o agricultor.

 

Fonte – MDA

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta