Aleam comemora o Dia da Imprensa e realiza homenagem a jornalistas em Sessão Especial

Variedades

Em Sessão Especial requerida pelo deputado Cabo Maciel (PR), a Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) prestou, nesta segunda-feira (18), uma homenagem aos jornalistas amazonenses em comemoração ao Dia da Imprensa, transcorrido em 1º de junho. Durante a solenidade foi realizada a entrega de uma placa de homenagem póstuma ao jornalista Manoel Marques, falecido no último dia 7, e de diplomas a vários membros da imprensa, entre eles a presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amazonas (SJPAM), Dora Tupinambá.

Para o deputado Cabo Maciel a Sessão é uma forma de homenagear a mídia brasileira e a imprensa amazonense, que segundo ele vive um momento maravilhoso na defesa da questão social do país. “É uma avaliação minha que, se não existisse a imprensa, o país estaria numa situação muito pior. Essa liberdade de fazer o trabalho de divulgação, fazer as denúncias, de buscar o contato diretamente na comunidade, tornando as demandas públicas e mantendo o povo informado, garante as mudanças em andamento”, disse.

Na avaliação do deputado, embora não seja um dos poderes constitucionalmente instituído, a imprensa é o quarto poder do país, porque é o poder que trabalha na fiscalização, na informação e a sociedade precisa ter em todo momento a imprensa com essa liberdade de expressão respeitada. “Esta sessão é um agradecimento em nome do povo do Amazonas, por tudo o que a imprensa tem feito em favor da sociedade”, afirmou Maciel.

Presente à homenagem, o deputado Luiz Castro (Rede) considerou a homenagem justa e o reconhecimento oportuno aos jornalistas amazonenses, embora lamentasse que ainda existam jornalistas sendo expulsos de sua possibilidade de sobrevivência. “Nós estamos ainda num ambiente que não é verdadeiramente democrático em relação à liberdade de imprensa e do exercício da profissão de jornalista. E é preciso ter essa consciência, para que essa situação melhore, e não piore ainda mais, como alguns setores querem que piore”, argumentou.

Para a presidente do Sindicato dos Jornalistas, jornalista Dora Tupinambá, é sempre oportuno homenagear o jornalista pelo que ele representa para a sociedade, e essa homenagem poderia acontecer em qualquer dia do ano. Porém, diante do momento de transição porque passa a grande mídia amazonense, a sindicalista pediu uma atenção especial ao respeito que merece o jornalista e seus direitos trabalhistas, considerando que “o respeito naquilo que é mais caro ao trabalhador é a melhor forma de homenagear o jornalista como profissional”.

Homenagens

O primeiro homenageado do dia foi o jornalista Manoel Marques, falecido no início de junho, cuja placa de homenagem póstuma foi entregue à sua, esposa Maria Cilene Rodrigues da Silva. Em seguida diplomas de participação foram entregues à presidente do Sindicato, às jornalistas Edilene Mafra Mendes de Oliveira, coordenadora de Jornalismo do Centro Uninorte, Francisca do Valle, Cleo Pinheiro, Dudu Monteiro de Paula, Clayton Pascarelli Filho, Jerson Aranha, Walter Correa jornalista do blog e da Rádio Web Coopnews, entre outros.

 

Redação – Coopnews

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta