Alevinos de tambaqui vão repovoar lago em Parintins, no Amazonas

Variedades

Cinco mil alevinos de tambaqui foram soltos no lago do Parananema, no sábado (23), numa ação de repovoamento do estoque natural do pescado em Parintins.

A ação foi uma parceria da Prefeitura de Parintins, por meio das Secretaria de Pecuária, Agricultura e Abastecimento (Sempa) que fez a doação e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sedema). A ação faz parte do projeto Pé de Pincha da escola municipal São Pedro do Parananema.

Professores, alunos e comunitários participara da soltura dos quelônios e dos alevinos.

De acordo com o coordenador de piscicultura da Sempa, José Cursino, uma das metas é o fortalecimento do setor primário, fomentando a piscicultura. “Hoje consideramos mais uma data histórica para os comunitários da Comunidade São Pedro do Parananema, com o repovoamento da espécie tambaqui nos lagos da região”, disse.

O projeto contabiliza uma produção de aproximadamente 120 mil alevinos e foi repassado em forma de doação ao projeto.

O coordenador do Meio Ambiente, Alzenilson Aquino comemorou a reposição do pescado, o que vai assegurar alimento para as comunidades do entorno. “Esse é um momento histórico, não só pela soltura de quelônios que já ocorre na comunidade, mas especialmente pela reposição do estoque natural de peixe”, afirmou.

O coordenador do projeto Pé de Pincha, Luiz Viana, lembrou que a espécie tambaqui praticamente desapareceu dos lagos do Parananema pelas invasões e escassez. Para ele é importante mostrar para as crianças e às futuras gerações que a preservação de quelônios e pescado é a certeza do alimento para os comunitários.

A gestora da escola São Pedro, Nilciane Reis, disse que o apoio das instituições só engrandece o trabalho da escola que vai continuar sensibilizando os alunos para serem multiplicadores de bons exemplos, mostrando a importância de preservar a natureza.

Fonte – PMP

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta