Festejos Juninos devem aumentar fluxo turístico no país

Variedades

Estamos em uma das épocas mais aguardadas do ano. Está aberta a temporada oficial das fogueiras, bandeirolas e chapéu de palha. Junho começou e com ele os festejos juninos devem movimentar milhares de pessoas pelo Brasil. A celebração cultural é um produto turístico consagrado, capaz de atrair visitantes estrangeiros e estimular cada vez mais o turismo doméstico.

Depois do Carnaval, o São João é a festa popular mais celebrada pelos brasileiros, com forte impacto nas economias locais, fortalecimento do mercado local e a geração de renda e milhares de empregos temporários. São comemorações como a de Santo Antônio, São João e São Pedro, que ocorrem de norte a sul do Brasil.

Temos festas dos mais diversos estilos, desde as tradicionais com danças de quadrilhas e shows musicais com forró e outros ritmos regionais, no Nordeste; passando pelo arrasta pé urbano, como muitos realizados no Sudeste; até aquelas que resgatam tradições da cultura brasileira como o bumba meu boi, no Maranhão, e o boi bumbá, no Pará.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) lembra que os Municípios que tem em seu calendário eventos juninos devem se atentar para a divulgação dos festejos, bem como a realização de ações de promoção e apoio à comercialização, como parte da estratégia para posicionar e promover os festejos juninos, além de acompanhar os calendários de eventos na sua região.

Como nessa época do ano muitos Municípios optam pela realização de eventos, a concorrência deve ser considerada. A CNM reforça que ter um diferencial criativo e inovador pode ser uma excelente estratégia de competitividade. Envolver a comunidade nas estratégias municipais e incluir o Município em roteiros juninos pode ser também uma ótima opção.

Para a entidade, é importante que o gestor municipal lembre que o evento pode se transformar uma celebração cultural em um ativo de destaque do Município, capaz de atrair visitantes estrangeiros e estimular cada vez mais o turismo doméstico. As festas são peculiares em cada destino, mas a característica em comum é que todas são ricas culturalmente, o que pode despertar a atenção de turistas que buscam o que há de mais representativo do turismo, cultura e gastronomia relacionada aos festejos juninos.

As cidades também estão desenvolvendo, junto com as secretarias de Turismo, um calendário voltado aos festejos, com promoções nos hotéis durante os fins de semana dos eventos e com incrementos, como festivais de música e de culinária, entre outras atrações.

Para que você fique por dentro dos mais prestigiados arraiás do país, o Ministério do Turismo lançou o Mapa de Festejos Juninos. Nele estão as datas de cerca de 140 festas que ocorrerão de junho até o início de julho em todos os estados brasileiros, dos festejos juninos registrados na Calendário Nacional de Eventos do MTur.

Fonte – CNM

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta