A adoção de energia solar pelos manauaras tem acrescido exponencialmente com a evolução da tecnologia de energia fotovoltaica

Ciência e Tecnologia

Com os constantes aumentos do preço da energia fornecida pela empresa concessionária, seja por questões econômicas quanto pelas estações climáticas que demandam a geração de usinas termelétricas, os usuários estão adotando cada vez mais a solução da geração própria de energia solar através de painéis fotovoltaicos.

Segundo o engenheiro eletricista, Rômulo Luiz Lobato Rodrigues, hoje o mercado está muito evoluído e tem várias opções para os usuários de residências ou empresas, tanto em soluções off-grid quanto on-grid, que utilizam ou não a rede pública de distribuição como parceira. “A economia é o fator principal que motivam os usuários a buscarem a tecnologia de geração de energia fotovoltaica, que reduzem suas contas mensais de milhares de reais a apenas o valor da taxa básica”. O outro fator é a contribuição para a luta ambiental que tem no clima sua vertente mais urgente com o aquecimento global, disse o especialista.

A geração de energia elétrica solar, a nível mundial, tem crescido muito nos últimos anos, com a redução do preço dos Painéis de Geração de Energia Solar Fotovoltaica (PV), novas tecnologias, simplificação dos sistemas solar e aumento da garantia dos equipamentos, para até 25 anos.

O mercado de geração de energia solar fotovoltaica, mundial, tem 3 (três) soluções consolidadas, que são:

Sistema Off-Grid; para clientes remotos, não atendidos com a rede de energia elétrica convencional;

Sistema On-Grid; para clientes atendidos por rede de energia elétrica convencional;

Sistema com Inversor Híbrido; para atender clientes, tanto de perfil Off-Grid ou On-Grid. Trata-se uma solução tecnológica que faz a fusão das soluções Off-Grid e On-Grid. E, pode permitir a total independência do cliente da empresa geradora e distribuidora de energia elétrica convencional.

Também, com os frequentes aumentos do preço da tarifa de energia elétrica e o elevado preço cobrado pelo KWH, pelas empresas concessionárias de geração e distribuição de energia elétrica, os clientes estão optando, cada vez mais, pelo excelente investimento de geração de energia solar fotovoltaica próprio. Segundo Rômulo Lobato, sócio da empresa RR ENERGIA SOLAR, de Manaus, hoje o mercado está bastante aquecido, pois trata-se de um excelente investimento, com taxas de retorno do investimento em curto prazo e longo período de garantia e vida útil dos equipamentos, com opções de 15 e 25 anos.

“O apelo econômico e corretamente ecológico são os principais fatores que fazem as pessoas e as empresas buscarem e optarem pela solução de Geração de Energia Solar Fotovoltaica Própria. Pois chegam a reduzir suas onerosas e caras contas de Energia Elétrica mensal ao pagamento do valor das tarifas básicas obrigatórias de Energia Elétrica.
Outro fator, não menos importante, é a contribuição para o meio ambiente feita pela Geração de Energia Elétrica Limpa, sem expelir CO2 (dióxido de carbono) para a natureza, a ação de cidadania, que tem no CLIMA do PLANETA sua vertente mais urgente com o aquecimento global”, disse Rômulo Luiz Lobato.

Custos

O investimento de implantação de um sistema solar tanto residencial quanto empresarial, tem retorno certo e imediato considerando a estratégia adotada. Em média a partir do segundo ano o projeto está pago e a redução da conta de luz totaliza apenas a taxa mínima exigida pela concessionária.

“As indústrias que fabricam os painéis e processadores já orientam os clientes e encaminham os financiamentos junto à bancos para viabilizar a implantação em residências e empresas”, informa Lobato.

Sistema Off-Grid

É a solucao para locais onde não tem rede elétrica de distribuição de energia elétrica.
A solução Off-Grid é composta de painéis solar fotovoltaica (PV) + regulador de tensão e corrente elétrica + bateria + Inversor (DC/AC);

Sistema On-grid

É a solução aplicada em localidade onde existe rede de distribuição de energia elétrica por empresas concessionárias. O sistema de Geração de Energia Solar Fotovoltaica do cliente é conectada a rede elétrica da concessionária local, através de projeto com ART e analisado e aprovado pela concessionária, onde o sistema será interligado.

1a. Geração String Inverter

A primeira geração tecnológica da solução On-Grid foi batizada de String Inverter (Inversor com os PV’s em corda / série). E, como toda de primeira geração tem uma série de limitações. Essa solução hoje não é mais utilizada em países de primeiro mundo, devido o grande risco de incêndio espontâneo no equipamento Inversor de String. (Nos países de primeiro mundo, as seguradoras de seguro predial, seja instalações presidenciais ou empresarial estão restringindo a apólice de seguro dos imóveis que têm instalado a solução de Inversor de String. Onde a solução String Inverter é composta de: PV’s + Inversor de String + String Box).

2a. Geração – MLPE Module-Level Power Eletronics

Para suprir as deficiências da solução de Inversor de String foi desenvolvida a tecnologia de Geração de Energia Solar Fotovoltaica de MLPE – MODULE-LEVEL POWER ELETRONICS (Potência Eletrônica à Nível de Modulo); conhecida como segunda geração de Energia Solar Fotovoltaica.

A tecnologia MLPE tem duas soluções patenteadas:

1- A Solução MPLE com Microinversores, onde cada PV no sistema tem seu Microinversor. Onde o sistema é constituído: PV’s + Microinversores + Cabo Tronco. 100% outdoor;

2- A solução MLPE com Otimizadores de Potência + Inversor Simplificado + String Box. Adotada para grandes gerações, tipo Usinas de Geração de Energia Solar Fotovoltaica.

Vantagens MLPE

A tecnologia de segunda Geração MLPE tem 10 vantagens essenciais sobre a Tecnologia de String Inverter; que são:

Maior eficiência de Geração de Energia Elétrica devido ao maior número de MPPT – Maximum Power Point Traking – no sistema, um MPPT por PV;

Não há perdas significativas por Mismatch;

Possibilidade de instalação em locais parcialmente sombreados;

Possibilidade de instalação em locais com diferentes Azimutes e Angulações;

Menor queda de Geração com o decorrer do tempo;

Maior durabilidade; Garantia dos Equipamentos de 15/25 anos;

Maior segurança para equipes de instalação, cliente final e Equipe de Combate à Incêndio (de acordo com as normas mais exigentes de segurança no mundo);

Possibilidade de compor arranjos com diferentes marcas, modelos e potência de PV’s.

3a.Onda: On-Grid E Off-Grid

A Terceira Onda de Tecnologia de Geração de Energia Solar Fotovoltaica juntou todas as virtudes das soluções Off-Grid e On-Grid existentes. Onde tem um Inversor Híbrido, todo Microprocessado e com Inteligência Artificial. E também, o Inversor Híbrido tem 4 alternativas de Entreda de fonte de Energia Elétrica, que são:

Painéis Solar Fotovoltaico – PV’s;

Bateria;

Rede Elétrica;

GMG – grupo motor gerador.

Ou seja, você pode ter uma redundância quádrupla de Fontes de Energia, para alimentar a residência ou uma Empresa.

Essa solução, nos países de primeiro mundo, onde a tecnologia já está homologada para uso dos clientes, não requer autorização da concessionária de distribuição de energia elétrica e quando há falha no suprimento da energia da concessionária o cliente não sofre interrupção devido ele continuar sendo alimentado pelas baterias ou GMG. Assim é programado uma métrica de prioridade ou vedação de quem pode e quem não pode alimentar a carga.Resumindo: “É o melhor dos mundos para o cliente”, garante Lobato, que lamenta, “Infelizmente 99,9% das empresas no nosso estado ainda trabalha com a primeira geração de tecnologia de Inversor de String.”

INMETRO e a burocracia

O INMETRO está sentado em cima da homologação da Terceira Geração Tecnológica de Geração de Energia Solar Fotovoltaica. Os equipamentos de Inversor Híbrido ainda não pode ser vendido abertamente no país por falta do selo INMETRO.
Todavia, isso é uma questão de tempo gerado pela Burocracia do nosso país. Assim foi com os computadores, carros, UBER e etc. “Onde o carro chefe do país é a BUROCRACIA”, encerra Lobato.

 

 

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação

 

Deixe uma resposta