Henrique dos Santos Pereira é nomeado novo diretor do Inpa

Ciência e Tecnologia

O professor Henrique dos Santos Pereira assumirá o cargo de novo diretor do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (Inpa/MCTI) e uma das principais instituições científicas sobre a Amazônia. A nomeação foi publicada nesta quinta-feira (16), no Diário Oficial da União (DOU).

Pereira é professor titular do Departamento de Ciência Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e assessor especial de Relações Internacionais. Tem experiência em gestão de órgão como superintendente estadual do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), no período de 2023 a 2009.

A escolha de Pereira se deu a partir de processo de seleção para diretor do Inpa conduzida por uma Comissão de Busca, nomeada pelo MCTI, que envia uma lista tríplice para a ministra indicar o escolhido. Além de Pereira, participaram da seleção o pesquisador do Inpa Carlos Cleomir Pinheiro e o pesquisador aposentado e gerente científico do Programa de Grande Escala da Biosfera-Atmosfera da Amazônia (LBA/Inpa) Bruce Forsberg.

Esta foi a segunda vez que Henrique participou do processo. Na seleção anterior, em 2018, a pesquisadora Antonia Franco foi nomeada diretora.

Ainda não há uma data definida para a posse de Henrique, que ocorrerá após a publicação da portaria de cessão, já que o professor é servidor da Ufam. Até a posse, a coordenadora-geral de Planejamento, Administração e Gestão e diretora substituta, a pesquisadora Hillandia Brandão, fica à frente da gestão do Inpa. Nos demais cargos e funções não houve alteração, por enquanto.

Minibio

Henrique dos Santos Pereira é agrônomo, com mestrado em Ecologia pelo Inpa e doutorado em Ecologia na Pennsilvania State University. Tem experiência na área de Agronomia e Ciências Ambientais, atuando principalmente nos temas sobre gestão ambiental pública, manejo de recursos naturais de uso coletivo, áreas protegidas, agricultura familiar e comunidades tradicionais. É docente e pesquisador convidado do Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Gestão de Áreas Protegidas da Amazônia (MPGAP/Inpa) e docente convidado da Universidade de Cabo Verde, além de membro titular da Academia Brasileira de Ciência Agronômica (ABCA).

 

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação

 

 

Deixe um comentário