Dissertação de aluna da Ufam contribui para divulgação e geração de renda para artistas regionais

Cultura

A mestra Anna Lôyde, egressa do Programa de Pós-graduação em Design (PPGD) da Universidade Federal do Amazonas, transformou sua pesquisa em um negócio rentável e colaborativo. O mestrado profissional possibilita que pesquisas resultem em oportunidades que envolvam a área de Design, mas também possa contribuir no desenvolvimento socioeconômico e cultural da comunidade em geral. Com o título “Design e Sistema Digital de Comunicação: Galeria Virtual para Divulgação do Trabalho Artístico Visual Manauara”, a egressa transformou sua pesquisa em um empreendimento na área cultural inspirada em trabalhos de artistas locais.

A motivação pelo desenvolvimento do projeto foi colaborar com esses artistas, inspirada na irmã, Hadna Abreu, renomada em Manaus. As irmãs sempre tiveram a ideia de unir arte e Design, o que acabou resultando na construção do projeto. Depois de ouvir as necessidades de três artistas de Manaus: Raí Campos (grafiti), Turenko Beça (gravura) e Hadna (aquarela), o projeto foi sendo desenvolvido até chegar ao empreendimento que se caracteriza na divulgação das obras dos artistas plásticos por meio digital e por meio da venda de produtos (camisas com estampa das obras dos artistas).

O objetivo da empresária com a galeria é que a arte local ganhe espaço no cenário mercadológico para gerar renda aos profissionais da área e, assim, sensibilizar as pessoas sobre a valorização da cultura amazônica “a motivação de todo meu projeto sempre foi fazer algo pelos artistas locais”, disse Anna Lôyde.

A galeria tem gerado benefícios que estão alinhados à sua proposta de valor. Entre elas, o acesso à arte local, gerando aumento da presença digital desses artistas, permitindo que a sociedade conheça ainda mais sobre o trabalho deles. A projeção de seus trabalhos traz resultados benéficos, não só do ponto de vista da propagação de sua arte, mas também econômicos. A Galeria já vendeu (de fevereiro até o início de junho) mais de 150 camisas com estampa (grafiti) do artista Raí Campos. Acesse a Galeria Manart.

“A pesquisa é fundamental para descobrir o melhor caminho que você precisa seguir, seja relacionado aos negócios ou à vida. É sempre bom estudar e ver o que já está sendo feito e o que não está, pois de repente, você pode encontrar uma oportunidade de inovação ali. Quanto mais conhecimento você tem sobre uma área, mais você visualiza soluções com menores riscos de fracasso. Dessa forma, a pesquisa funcionou no meu projeto, como um filtro para validar necessidades. Por isso, eu enxergo a ciência como um caminho de sabedoria, à medida que eu tenho maior contato com ela, eu tenho mais chances de seguir avançando e evoluindo bem”, destacou a mestra.

Perfil

Anna Lôyde nasceu em Manaus em 1992. Em 2010, ingressou no curso de Design da Ufam. No segundo período do curso foi selecionada para fazer parte da equipe fundadora do Programa de Educação Tutorial em Design (PET), sendo esse o primeiro no Brasil. Permaneceu no PET/Design por dois anos. Através dos projetos desenvolvidos no programa, houve a conquista de patente no projeto “Posto de Trabalho para Seleção de Sementes Oleaginosas”. Outro projeto de destaque foi o desenvolvimento e produção do livro “Minha Tabuada em Libras”.

Foi estagiária na Agência Duet em 2013, onde obteve experiência e crescimento profissional na área gráfica. Estagiou também na Editora do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (INPA), onde obteve maior domínio em relação à diagramação e editoriais. Em abril de 2014 tornou-se Bacharela em Design pela Ufam e em seguida, ingressou no curso de pós-graduação em Design de Interação na FUCAPI, no qual obteve o título de especialista em 2015.

Atuou como designer gráfico em 2014 a 2015 na instituição IPManaus. De 2015 até 2016, atuou como designer e responsável pelo marketing da empresa Irestore Express.

Em 2016, foi convidada a ser professora voluntária na Universidade Federal do Amazonas, no curso de Design e Expressão Gráfica. Em 2017 atuou como professor substituto na área de Programação Visual do Departamento de Design e Expressão Gráfica (DEG) da Universidade Federal do Amazonas. Atuou como professora responsável pelas disciplinas: Computação Gráfica I e II; Fotografia; Manipulação de Fotografia Digital; Design de Superfície; Tipografia; Teoria Semiótica e Percepção em Design e Representação Bidimensional. Permaneceu no cargo temporário por dois anos, finalizando suas atividades em dezembro de 2018.

Aprovada em concurso público para o cargo de programador visual da Ufam em 2018. Ainda em 2017, no segundo semestre ingressou na primeira turma do Mestrado Profissional em Design da Ufam. Em novembro de 2019, conquistou o título de Mestra em Design.

 

 

Fonte – Ufam

Foto – Divulgação 

Deixe uma resposta