Atriz e sua companhia artística desenvolvem importante trabalho de incentivo ao teatro na periferia

Cultura

Bacharel em Teatro pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), a atriz Gabriela Barbosa, de 26 anos, será a quinta entrevistada do talk show “Quem é você na fila do pão?”, apresentado pela personagem Filó, a Básica, interpretada pelo ator e diretor Paulo Queiroz. O programa é exibido no Instagram (@quemevoce.nafiladopao), Facebook (Quem é você na fila do pão?) e YouTube (Quem é você na fila do pão?). Gabriela Barbosa participa como entrevistada na categoria Teatro.

O programa de entrevista integra o projeto cultural “Quem é você na fila do Pão? – Edição Norte-Sul/Leste-Oeste”, concebido por Paulo Queiroz. A iniciativa foi contemplada na Lei Aldir Blanc, no edital do Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2020, na categoria Teatro, da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) da Prefeitura de Manaus.

Currículo profissional e artístico – Gabriela Barbosa atua na área teatral em Manaus desde o ano 2000, integrando o Grupo de Teatro Kally & Cia., dirigido por seu pai, Jorge Dias Barbosa, e por Aurivania Alves. Também é fundadora da Empresa de Animações Gabi, participando de diversos eventos na cidade. Atualmente, ela é diretora teatral da encenação da Paixão de Cristo, realizado há 15 anos pelo Grupo Kally & Cia., que, desde 2005, firmou parceria com a comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no bairro Compensa 2, na zona oeste de Manaus.

Madrinha artística – Gabriela Barbosa foi indicada para participar do projeto por meio da atriz, diretora, produtora artística e educadora Narda Telles, que iniciou sua carreira artística em 1980, estudando com grandes nomes do teatro: Darcy Figueiredo, Priscila Camargo, José Celso Martinez, Thierry Trémouroux, Monah Delacy, Gercilga de Almeida e Álvaro de Sá, entre outros artistas. Na área de dança, iniciou em 1986, com Conceição Souza, no Grupo Dança Viva. Depois realizou cursos com Ana Mendes, Maysa Tempesta, Omar Cláudio e Ceila Portílio, entre outros.

Atuou como atriz nos grupos teatrais O Grito, Evolução, Pombal, Vitória Régia, Origem, Cooperativa Tempo etc. Foi presidente da Associação Amazônia Arte-Mythos desde sua fundação em 2003, onde desenvolveu, junto com Paulo Queiroz, um trabalho que conquistou o reconhecimento do público em teatro/dança na cidade de Manaus. Esse reconhecimento com as pesquisas do Grupo possibilitou sua participação em renomados festivais e a conquista de um número significativo de prêmios, além da contemplação em editais como ProArte-SEC, Manauscult, Correios, Funarte 2010 e 2014 e Ministério da Cultura (Basa S/A).

 

 

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação

 

Deixe uma resposta