Aluno da UEA publica obra infantil para estimular saúde bucal de crianças

Cultura

O recém-graduado no curso de Odontologia da Escola Superior de Ciências da Saúde da Universidade do Estado do Amazonas (ESA/UEA), Jefter Haad, publicou um livro que mescla literatura e educação em saúde pela Prefeitura, e foi produto do Programa de Apoio à Iniciação Científica (PAIC/UEA) na graduação. Intitulado “As Pitorescas Aventuras do Mamelinho”, o livro foi contemplado com o Prêmio Manaus Conexões Culturais 2020 e está disponível de forma gratuita em formato digital.

A proposta do livro é explorar uma vertente pouco difundida na literatura infantil regional atualmente: a leitura de entretenimento atrelada à elementos educação em saúde. A obra trata de um copilado de histórias que retratam o cotidiano de três irmãos dentinhos enfrentando enrascadas perigosas e peculiares.

Lançando-se com uma tendência inovadora, o livro trata de um copilado com diferentes formatos literários: HQ’s, microcontos, atividades como jogos dos 7 erros, labirinto, desenhos para colorir, jogo da memória, entre outras ferramentas educacionais. De maneira independente, todas as ilustrações foram realizadas pelo próprio autor da obra, onde foram utilizadas técnicas de aquarela.

A ideia de explorar o universo da boca humana veio da criação de um projeto de pesquisa que o autor fez durante o período de graduação na UEA. O projeto objetiva mensurar a aceitação e o impacto de histórias em quadrinhos como instrumento direcionado à saúde bucal de crianças atendidas no sistema público de saúde, também rendeu duas menções honrosas em congressos da Universidade, além de eventos especializados na área.

Os frutos gerados pelo projeto foram reconhecidos com o primeiro lugar como melhor PAIC de odontologia (ESA/UEA) no ano de referência 2018-2019 (Menção Honrosa), e com o primeiro lugar no IX Congresso de Odontologia da UEA (apresentação oral/premiação/menção honrosa).

Segundo Jefter Haad, esses resultados refletem a importância de se estimular a iniciação científica em universidades brasileiras. “Tivemos um ótimo reconhecimento, tanto no setor artístico quando no acadêmico e, com certeza, este livro vai proporcionar uma experiência leve, educativa e lúdica às crianças que tiverem acesso a ele”, comenta.

Tendo como público-alvo crianças de 5 a 10 anos, esta é a 3ª obra do autor contemplada com o Prêmio Manaus Conexões Culturais. As publicações anteriores foram os livros “Filhos da Herança” e “Encanto das Águas”. O autor também participou de antologias de projeção nacional, como “O Hospício de Muskov” (editora Wish), “Aliens”, e o recém-lançado “Encantarias”.

“Essa experiência de publicação, em específico, prova o quanto é importante persistirmos no aprimoramento do resultado de nossas pesquisas, pois dessa forma, podemos viabilizar a nossa experiência científica à comunidade geral, aproximando a população de uma linguagem acadêmica que, muitas vezes, é considerada de difícil compreensão”, concluiu o autor de “As Pitorescas Aventuras do Mamelinho”.

Sobre o autor

Jefter Haad escreve desde os 16 anos, quando percebeu que dar vida aos seus personagens era, praticamente, um caminho sem volta. Participou de antologias de alcance nacional e conquistou destaque com os contos “Atos de Rebelião” e “Clube Noturno de Mariposas Mortas”. Foi vencedor do Prêmio Conexões Culturais de 2018 e 2020, o autor tem publicações em diversos gêneros de escrita, como suspense, terror, fantasia, e literatura infanto-juvenil. Em 2019 entrou para o time de autores manauaras de literatura fantástica que compõem o Coletivo Visagem.

 

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta