Prefeitura de Manaus vai receber Feirafro no Casarão da Inovação Cassina

Cultura

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), vai abrir as portas do Casarão da Inovação Cassina, no Centro Histórico de Manaus, na sexta-feira, 26/11, para a realização da Mostra de Cultura Afro-Brasileira (Feirafro), promovida pelo Instituto Federal do Amazonas (Ifam).

A atividade faz parte da programação da Semana de Reflexões sobre Negritude, Gênero e Raça dos Institutos Federais (Sernegra), e da agenda de apoio da Semtepi, alusiva ao Dia da Consciência Negra, comemorado neste sábado, 20/11, para fortalecer a inclusão social das pessoas pretas no mercado de trabalho, além de garantir qualificação profissional e oportunidades voltadas ao empreendedorismo local.

A disponibilização do espaço também fortalece a importância da valorização do negro no mercado de trabalho, na classe empreendedora, no artesanato negro, e principalmente, na capacitação. Atualmente, os empreendedores e artesãos negros possuem trabalhos relacionados com a cultura afro em Manaus.

É importante destacar a presença de um racismo estrutural vivido ainda neste século. Sem medir esforços, a Semtepi entende a causa negra como um tema que precisa ser levado em consideração e inclui a igualdade social, a discriminação, a inclusão do negro e a preservação das religiões e culturas afro-brasileiras.

“Nós vivemos em um país multirracial e multicultural, que não respeita negros, mulheres, homossexuais, cheio de estatutos. Daí a importância de um movimento social que seja responsável por lutar pela causa, e com a ajuda da Prefeitura de Manaus, através da Semtepi, as portas de oportunidades são grandiosas, para qualificar profissionalmente as pessoas negras, para inclusão no mercado de trabalho e no polo empreendedor”, salienta o presidente do Instituto Nacional Afro Origem no Amazonas (Inaô-AM), secretário em nível nacional do movimento, e coordenador da Frente Antirracial da Região Norte, o advogado Christian Rocha.

A Semtepi lançou mais de mil cursos nas modalidades presencial e virtual, ao longo deste ano, além de feiras de artesanato ligadas à cultura empreendedora, que geram renda própria aos artesãos cadastrados, independentemente de cor, país de origem ou deficiência. Destaca-se ainda a oferta de vagas de emprego que, atualmente, ultrapassam quatro mil.

20 de Novembro

O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro. A data foi estipulada como uma referência à morte de Zumbi dos Palmares, líder quilombola que lutou para preservar a segurança e a cultura de africanos escravizados, que conseguiram fugir.

A data é importante no calendário brasileiro como uma maneira de instituir o reconhecimento aos descendentes africanos na construção da sociedade brasileira. Atualmente, a população negra no país representa 54% do total de brasileiros, segundo o IBGE.

 

Fonte – Secom

Foto – Divulgação

Deixe um comentário