Prefeitura lança livro “As Charges do Miranda” por meio do programa ‘Memória Reencontrada’

Cultura

A Prefeitura de Manaus lançou, nesta quarta-feira, 27/7, o livro “As Charges do Miranda (O que vier eu traço!)”, do chargista Miranda, na sede do jornal A Crítica, localizada no bairro Aleixo, zona Centro-Sul da cidade. A obra faz parte do programa “Memória Reencontrada”, desenvolvido pelo Conselho Municipal de Cultura (Concultura) e Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

O presidente do Concultura, Tenório Telles, ressaltou a importância do homenageado para a cultura e memória afetiva e cidadania de várias gerações que acompanharam a crônica bem-humorada e ácida de Miranda. “O programa ‘Memória Reencontrada’ cumpre o papel da prefeitura de, como poder público, reconhecer e promover autores e suas obras na formação cultural de nossa população”, afirmou.

Na ocasião, um bate-papo ao vivo com os chargistas Romahs, Myrria, Jack Chaves Cartoon e Fernando Brum foi transmitido pelo canal do jornal A Crítica na internet, debatendo sobre a essência de Miranda em suas carreiras e para o jornalismo amazonense.

“Esse encontro serviu para abrir portas para pessoas que passaram batido e, por meio do programa Memória Reencontrada, resgataram autores e histórias que tiveram uma contribuição na nossa história, como também no cenário político e social. Como disse a historiadora Emília Viotti da Costa, ‘Um povo sem memória é um povo sem história’”, enfatizou o coordenador da obra ‘O livreiro’, Simas Pessoa.

O lançamento marcou a estreia de “lives” no Studio C, do jornal A Crítica. A diretora de Conteúdo, Aruana Brianezi, destacou que, com essas parcerias, a ideia é colocar os espaços do jornal cada vez mais à disposição de eventos que fomentam o acesso à cultura e arte à população.

“Eu acho que esse é um evento que faz muito sentido para a cidade, e mudar a visão das pessoas, aguçar esse senso crítico é sempre muito satisfatório para quem é jornalista. Então, espero que seja o primeiro evento de muitos”, concluiu Brianezi.

 

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação

Deixe um comentário