Embrapa lança cenoura orgânica que evita pragas sem necessidade de defensivos

Notícias

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) deve lançar neste semestre um edital de oferta pública para venda de um novo tipo de sementes de cenoura para cultivo orgânico que não exige adição de agrotóxicos para evitar pragas. Elas são mais resistentes à queima de folhas – principal doença da cultura, causada por bactérias e fungos.

Desenvolvido e batizado pela Embrapa como Cenoura BRS Paranoá, o novo tipo de hortaliça orgânica é também mais tolerante a problemas causados por microrganismos do solo (nematoides das galhas) que afetam o crescimento da raiz e, de acordo com os técnicos, tem potencial produtivo de pelo menos o dobro da cenoura híbrida, como também é conhecida a variedade orgânica da hortaliça.

A variedade também tem custo melhor pois sua polinização é aberta, ou seja, não precisa ser induzida como ocorrem com as sementes híbridas atualmente mais vendidas. Outra vantagem para os produtores, de acordo com a Embrapa, é que podem aproveitar as sementes colhidas para o próximo plantio, evitando o gasto com a aquisição de novas sementes.

Ainda neste semestre, a Embrapa deverá lançar edital de oferta pública da semente da BRS Paranoá para que empresas privadas possam fazer o licenciamento da tecnologia, multipliquem e comercializem as sementes. A estatal de pesquisa recomenda o plantio da semente da BRS Paranoá entre os meses de outubro e março, período de entressafra de cultivares tradicionais – quando há mais calor e chuvas (típico do verão). A produção de cenoura orgânica ainda é minoritária no Brasil, mas o número de pessoas que preferem essa variedade cresce 20% ao ano.

 

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta