Governança para o Turismo será pauta de evento em Parauapebas

Turismo

O Município de Parauapebas (PA) vai ser sede da 5ª edição do Seminário Nacional de Governança para o Turismo e Feira de Negócios Turísticos Destinos do Brasil. O evento acontece entre os dias 25 a 27 de junho e é promovido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), e parceria com a prefeitura local.

A técnica em Turismo da CNM, Marta Feitosa, acompanhado do consultor Mário Nascimento, estiveram no Município para realizar a visita precursora com o objetivo de iniciar a construção do evento. A equipe foi recebida pelo prefeito de Parauapebas, Darci José Lermen, que na ocasião assinou a atualização da filiação do Município junto à CNM.

Na oportunidade, a equipe foi recebida pelo coordenador do Departamento Municipal de Turismo (Detur), Marcos Alexandre, e pelo coordenador de Promoção e Captação de Eventos, Esnandes Silva, além de prefeitos como o de Piçarras, Wagne Costa Machado, secretários de Turismo, como o de Marabá, Ricardo Pugliese, empresários da região e com membros do Conselho Municipal de Turismo do Município.

Parauapebas

Parauapebas é um Município do sudeste do Estado do Pará, na Serra de Carajás. Tem 31 anos de emancipação política e uma economia forte que cresce a longos passos. Mesmo sendo um Município jovem, sua população tem aproximadamente 280 mil habitantes formada de pessoas de todas as regiões do Brasil.

Atualmente a principal fonte de renda de Parauapebas – que está entre os 50 Municípios mais ricos do Brasil – é a exploração de minério de ferro. Porém, os gestores têm a consciência que essa dádiva é um bem finito, ou seja, que vai acabar daqui a alguns anos. Pensando nisso, os gestores elencaram o turismo como uma das principais alternativas para a sustentação da economia municipal.

O Turismo, que já é explorado no Município, possui uma variedade de bens e produtos que atraem turistas do Brasil e do mundo e Parauapebas pode atender a essa demanda de forma abrangente e qualificada. Além do ambiente propício devido a diversidade natural, Parauapebas tem diversas opções roteiros diferenciados que são competitivos nos mercados nacional e internacional. São cerca de 1300 cavernas ferríferas, sendo que duas são exploradas para o turismo, onde é possível conhecer como é a formação do minério de ferro. A atividade faz parte de uma rota de ecoturismo, que um dos focos da cidade que possui mais de mil hectares de área preservada.

O Turismo, portanto, é uma das alternativas de matriz econômica para o Município, com resultados excelentes, principalmente como destino de ecoturismo.

 

Fonte – CNM

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta