Limpe seu Crédito, vendas de final de ano, contratações temporárias, pagamento do 13º salário e Black Friday foram temas abordados em coletiva de imprensa na CDL Manaus

Variedades

A campanha de recuperação de crédito, realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL Manaus) em parceria com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) terá início nesta sexta-feira, 1º de novembro. Para marcar a data, foi realizada no início da tarde de hoje, uma coletiva de imprensa que além de abordar a campanha; vendas de final de ano, contratações temporárias, pagamento do 13º salário e Black Friday foram alguns dos temas abordados.

De acordo com o presidente da CDL Manaus, Ralph Assayag, a Limpe seu Crédito, permite que o consumidor que tem pagamentos em atraso negocie sua dívida diretamente com a empresa credora – desde que ela esteja participando da campanha.

A campanha teve lançamento hoje (1º de novembro) e vai até o dia 30 de dezembro, durante esse período, consumidores poderão negociar suas dívidas nas lojas participantes.

Modalidade online

Além da mudança de data por conta do pagamento do 13º salário, outra novidade é que o consumidor poderá fazer suas negociações na modalidade on-line, no período de 25 dias (20 de novembro a 15 de dezembro) pela plataforma Negociar Dívida Online.

O consumidor poderá ter acesso a plataforma por meio do endereço www.negociardivida.com.br, ir em busca do campo específico da campanha, ver as lojas participantes e negociar seu débito. Em seguida, será possível gerar o boleto referente a negociação.

Black Friday

O varejo manauara se prepara mais uma vez para a Black Friday: a nova edição do dia de ofertas em 2019 está marcada para o dia 29 de novembro. O período de promoções poderá se estender ao longo do mês e promete trazer produtos de diversos segmentos, oferecidos por pequenos e grandes lojistas tanto online como físicos.

Segundo Ralph Assayag, a expectativa é superar os números de vendas no ano passado. Ele disse que para este ano, a CDL contará com o apoio do Programa Estadual de Proteção e Orientação do Consumidor (PROCON/AM) e da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (CDC/Aleam). “Já estamos viabilizando a participação das lojas para ofertar o maior número de produtos possível aos consumidores, além de órgão parceiros como o Procon/AM e CDC/Aleam que aqui se fazem presentes”, disse.

Ralph conta que no ano passado 280 lojas participaram da campanha. Para este ano, a entidade espera que mais de 400 lojas dos mais variados segmentos possam aderir a Black Friday. A média de descontos para a sazonalidade é de 50%.

O presidente do CDC/Aleam, Deputado João Luiz, disse que a Comissão estará dando apoio aos consumidores no que se refere a fiscalização de irregularidades que possam ocorrer durante o período de campanha. “Minha visão é de não ter cabo de guerra, mas sim, todos juntos em prol da ação para que tanto o consumidor quanto o lojista possa ser beneficiado. Eu acredito que as empresas não queiram manchar o nome das suas empresas com atitudes que venham causar prejuízo aos consumidores, pelo contrário, os comerciantes querem aproveitar essa data para poder elevar o nome das suas empresas com relação aos órgãos de proteção ao consumidor. Por essa razão nós estamos fiscalizando, acompanhando e orientando em primeira mão para que os consumidores não venham ser prejudicados e o comércio venha aquecer a cada ano”, ponderou.

A coordenadora jurídica do Procon-AM, Dra. Sasha Suano, explicou como os consumidores podem denunciar eventuais fatos que ocorrerem durante a realização da Black Friday este ano. “As denuncias podem ser feitas na nossa sede, na Avenida André Araújo, ou pelo nosso 0800 092 1512”.

Em relação as fiscalizações, Suano falou que o Procon fará fiscalizações de abordagens, especialmente na semana anterior a Black Friday nós vamos trabalhar com um direcionamento mais informativo. Nós vamos estar presentes em todas as lojas para esclarecer dúvidas por parte dos lojistas e ainda, estar de portas abertas para que nós possamos regularizar toda a ação para que não ocorra constrangimento no decorrer das promoções”, explicou.

Vendas de fim de ano e contratações temporárias

Durante a coletiva, o presidente da CDL disse ainda que a previsão de alta nas vendas para as festividades de final de ano é de 5,5% em relação ao ano passado, quando cresceu 3,2% ante 2017.

Assayag afirmou ainda que até dezembro, o comércio da capital fará a contratação de cerca de 4 mil temporários, 1 mil postos de trabalhos a mais que em 2018, quando o comércio abriu 2,9 mil vagas.

Ele acredita que as vendas em 2019, atingirá em movimentação econômica igual ou maior que 2015, a melhor alta nos últimos três anos. “Esperamos que as vendas possam atingir as vendas de 2015. Os dados são otimistas e nós acreditamos que vamos ter um faturamento muito bom, mas ainda assim não vamos superar 2014, ano de maior venda histórica”, concluiu.

Fonte – CDL/Manaus

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta