Belém do Pará é o único município da Região Norte considerado Cidade Criativa pela Unesco

Música

O Ministério da Cultura (MinC) informou na sexta-feira (27) que será oferecido apoio técnico, por meio de consultoria especializada para a elaboração do dossiê, aos municípios que queiram se candidatar ao título de Cidade Criativa da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O MinC lançou o edital durante oficina de capacitação sobre leis federais de incentivo para produtores culturais em Vitória (ES).

As cidades selecionadas deverão identificar a área temática preferencial que seja significativa na cultura e na economia locais. As possibilidades são o artesanato e artes folclóricas, design, cinema, gastronomia, literatura, artes midiáticas ou música. As inscrições estarão abertas de 15 a 30 de agosto.

O programa da Unesco tem o objetivo de promover a cooperação internacional entre cidades que investem na cultura e na criatividade como fatores de estímulo ao desenvolvimento sustentável. Atualmente, 180 cidades de 72 países fazem parte da rede.

Cidades

Por enquanto integram a Rede de Cidades Criativas: Belém (PA), Florianópolis (SC) e Paraty (RJ), no campo da gastronomia; Brasília (DF) e Curitiba (PR), no do design; João Pessoa (PB), artesanato e artes folclóricas; Salvador (BA), música; e Santos (SP), cinema.

O objetivo do edital é estimular a elaboração de planos de desenvolvimento que, além de estimular a economia criativa e que tenham a cultura como base, contribuam com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) previstos na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

De acordo com as regras, podem participar da concorrência municípios que integram o Sistema Nacional de Cultura (SNC) e que já desenvolvam ou pretendam desenvolver ações nas quais a criatividade seja vetor de desenvolvimento urbano sustentável e que ainda não tenham sido eleitas cidades criativas pela Unesco.

Rede

Criada em 2004, a Rede de Cidades Criativas da Unesco faz com que as cidades participantes assumam o compromisso de compartilhar experiências e conhecimento, desenvolvam parcerias com os setores público, privado e a sociedade civil, incentivem programas e redes de intercâmbio profissional e artístico, além de estudos, pesquisas e divulgação para ampliar o conhecimento e suas atividades.

Para serem integrantes da Rede, as cidades precisam passar pelo processo de seleção feito pela Comissão de Avaliação da Unesco. A proposta de candidatura deve demonstrar de forma clara e prática a disposição, o compromisso e a capacidade em contribuir com os compromissos das cidades criativas. Deve apresentar um plano de ação realístico, incluindo detalhamento de projetos, iniciativas e políticas que serão executadas nos quatro anos seguintes à admissão ao programa.

 

Fonte – MinC

Foto – Divulgação

9 comments

  • Does your blog have a contact page? I’m having a tough time locating it but,
    I’d like to shoot you an email. I’ve got some recommendations
    for your blog you might be interested in hearing.
    Either way, great website and I look forward to seeing it improve over time.

  • We’re a bunch of volunteers and starting a new scheme in our community.

    Your site offered us with useful info to work on. You’ve
    performed an impressive job and our entire community will
    likely be thankful to you.

  • I’m not that much of a internet reader to be honest but your
    blogs really nice, keep it up! I’ll go ahead and bookmark your site to come back later on. Many thanks

  • I am now not sure where you’re getting your information, but good topic.
    I must spend a while learning much more or understanding more.
    Thanks for magnificent info I was on the lookout for this information for my mission.

Deixe uma resposta