Teatro Amazonas será palco de apresentação da fusão da dança do ventre com Raízes Caboclas

Música

Nesta sexta-feira (15), às 20h, o Teatro Amazonas vai ser palco do show “Oásis Amazônico Uma Paisagem Sonora”. O evento marca a comemoração dos 20 anos da Escola de Dança do Ventre Casa de Ísis, a primeira do seguimento que surgiu no Estado.

Segundo a coreógrafa e bailarina, Maíse Ribeiro, criadora da fusão da dança do ventre com a música regional, o espetáculo reviverá toda a trajetória das danças orientais desde os primórdios dos tempos em toda sua tradição, até a atualidade, onde seus encantos e as suas tradições folclóricas fundiram-se com as mais variadas culturas da humanidade, modernizando-se sem perder suas heranças culturais.

Maíse, que já participou de diversos festivais de dança nacionais e internacionais, fala sobre a emoção de se apresentar no Teatro Amazonas junto com o grupo Raízes Caboclas. “Estamos realizando um sonho. O palco das artes, o nosso cartão postal que faz parte da história artística do Amazonas vai unir tradição e modernidade, fundindo a cultura árabe com a regional”, destacou a bailarina precursora da dança do ventre no Estado.

O Show Oásis Amazônico “Uma Paisagem Sonora” fará uma retrospectiva na evolução da cultural oriental até chegar ao Brasil e em especial no estado do Amazonas onde a bailarina e coreografa Maíse Ribeiro idealizou uma nova leitura desta arte,
inspirada pela grande bailarina Clássica Ana Mendes e pelo grupo musical Raízes Caboclas.

“O que seria chamado apenas de Fusão Regional virou um dos movimentos mais livres da dança do ventre no Brasil e inspirou o músico e compositor amazonense, Adalberto de Holanda, a compor para a Cia Belly Dance Jungle a música Transparência. A partir do encontro da cultura regional amazônica com a cultura Árabe
bailarinas de todo Brasil, começaram a dançar a cultura de suas regiões”, contou.

O trabalho conquistou reconhecimento de grandes profissionais e alcançou em 10 anos, todos os seus prêmios em sua categoria. Como resultado maior, esta nova vertente, que representa o Estado do Amazonas, recebeu o Oscar da Dança do Ventre conferido pela maior revista do seguimento no Brasil.

O prémio Shimmie de dança, colocou o Amazonas em destaque no circuito cultural árabe do Brasil e no mundo.

A entrada é gratuita e o espetáculo vai contar com a participação de convidados especais: Cia Odalyk; Cia de Dança Hasan Zain (Plus Size); Marcelo justino de Jundiaí em São Paulo(Tribal Brasil); Cia Belly Dance Jungle Fusion – AM, Cia Artística Caracalla do Amazonas-AM, Cinthia Ribeiro- São Paulo, Arlen Costa -Am, Cia El Fanoun -AM, Cia de Dança do Ventre Casa de Ísis -Am.

 

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta