Produtores em comunidades de Itacoatiara recebem Cadastro Ambiental Rural

Notícias

Após quatro anos de espera, produtores rurais de cinco comunidades de Itacoatiara (distante 176 quilômetros de Manaus) receberam, na manhã deste domingo (21/01), o Cadastro Ambiental Rural (CAR). O documento, que garante segurança jurídica e acesso ao crédito rural, foi entregue pelo vice-governador, Bosco Saraiva, durante encontro com agricultores da Comunidade Varre-Vento. Ao todo, 250 famílias foram beneficiadas.

Por determinação do governador Amazonino Mendes, o CAR foi realizado de maneira célere pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) nas cinco comunidades itacoatiarenses altamente produtivas. A região se destaca na pecuária, produção de queijos e cultivo de frutas.

Neste domingo, foram entregues 50 CAR individuais e 150 coletivos, o que atende a cerca de 250 famílias de produtores. De acordo com o vice-governador, a regularização será fundamental para que eles estejam aptos a acessar as políticas de crédito para ampliar a produção.

“O cadastro rural é importante porque facilita as atividades de produção rural para todos eles serem beneficiados por financiamento. É a propriedade da terra que eles têm para o cultivo. Aqui no Varre-Vento eles estão felizes em poder voltar a ter, no governo do Amazonino, a esperança que já havia perdido há algum tempo”, afirmou Saraiva.

Além da comunidade do Varre-Vento, foram beneficiadas as comunidades São José, São José do Amatari, São Pedro do Iracema e Januário. “Todo o agricultor familiar, para acessar as políticas públicas, tem que ter o cadastro rural. As ações de assistência técnica proporcionam esse direito ao agricultor, como também a carteira do agricultor”, enfatizou o gerente do Idam de Novo Remanso, Luciano Lobo.

“Representa muita coisa porque sem ele a gente não consegue transportar nossos bois. Estávamos a quatro anos esperando e, Graças a Deus, o governador e o vice-governador autorizaram a vinda do Idam aqui. É muita coisa. Esperança de dias melhores”, disse o líder comunitário de Varre-Vento, Arnaldo Silva.

Fonte – Secom

Deixe um comentário