Eventos em Parintins abordam conhecimentos sobre sementes e mudas de espécies nativas da Amazônia

Notícias

A Embrapa Amazônia Ocidental na sexta – feira, 13 de março, em Parintins (AM), uma série de eventos com objetivo de socializar conhecimentos relacionados a sementes e mudas de espécies nativas da Amazônia visando o estímulo à restauração florestal, implantação de sistemas agroflorestais e o fortalecimento da arborização e da cadeia produtiva de sementes e mudas.

Na semana de 2 a 6 de março acontece o Workshop Boas Práticas de Coleta e Beneficiamento de Sementes para Múltiplos Propósitos. Na segunda-feira, 9 de março, será realizado o Seminário Restauração Florestal de Áreas Degradadas. No período de 9 a 13 de março acontece o curso Manejo de sementes e mudas de espécies nativas do Baixo Amazonas. E na sexta-feira, 13 de março, será realizada a Feira de Troca de Sementes e Saberes de Espécies Nativas do Baixo Amazonas.

As atividades são promovidas por meio do Projeto “Fortalecimento da Cadeia Produtiva de Sementes e Mudas na Amazônia/ Mais Sementes”, que é um dos 19 subprojetos que formam o Projeto Integrado para a Produção e Manejo Sustentável do Bioma Amazônia (PIA), coordenado pela Embrapa, financiado pelo Fundo Amazônia e operacionalizado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Esses projetos contemplam ações de pesquisa e desenvolvimento, transferência de tecnologias e intercâmbio de conhecimentos com foco na redução do desmatamento, recuperação de áreas degradadas e uso sustentável dos recursos naturais do bioma Amazônia. Nesse contexto, o projeto “Mais Sementes” tem como objetivo geral fornecer subsídios e promover ações para o fortalecimento da cadeia produtiva de sementes e mudas de espécies nativas da Amazônia.

Saiba mais sobre cada atividade:

– O workshop Boas Práticas de Coleta e Beneficiamento de Sementes para Múltiplos Propósitos acontece de 2 a 6 de março no horário de 13h30 ás 16h30, no Núcleo de Apoio a Pesquisa e Transferência de Tecnologia do Baixo Amazonas (NAPTT) da Embrapa Amazônia Ocidental, localizado na rua Jonathas Pedrosa, número 369, Centro de Parintins. O workshop é direcionado a mulheres interessadas em aumentar a renda familiar com a produção e comercialização de artesanatos a partir de sementes. No workshop, será abordado como sementes podem ser utilizadas na confecção de artesanato e, assim, gerar renda às comunidades locais. O objetivo é socializar alguns conhecimentos e boas práticas sobre coleta, beneficiamento e armazenamento de sementes para múltiplos propósitos. Na atividade, por exemplo, serão abordadas informações sobre tecnologias relacionadas ao controle de insetos-pragas, bactérias e fungos nas sementes, e sobre a toxidez de algumas sementes da Amazônia. Essa atividade é realizada em parceria pela Embrapa Amazônia Ocidental e o movimento Teia de Educação Ambiental e Interação em Agrofloresta e conta com apoio da Prefeitura de Parintins, através das Secretarias municipais de Pecuária, Agricultura e Abastecimento, e de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente.

– O seminário Restauração Florestal de Áreas Degradadas tem como objetivo propiciar discussões e troca de experiências sobre metodologias de restauração florestal que cumpram a função social e ambiental da agricultura familiar. Serão discutidos aspectos ecológicos, agronômicos e socioeconômicos inerentes às práticas de recuperação de áreas degradadas e a regularização ambiental do Baixo Amazonas. O seminário é aberto ao público interessado em manejo de sementes e mudas, técnicos, coletores de sementes, viveiristas, integrantes de etnias indígenas, agricultores, profissionais e estudantes das áreas agrícolas, biológicas e florestais.. Veja o tema das palestras: – Demanda de Restauração Florestal no Baixo Amazonas e a importância do fornecimento da cadeia de sementes e mudas, com pesquisadores da Embrapa Amazônia Ocidental, Elisa Wandelli e Roberval Lima; – Fatores Ecológicos do processo de Restauração Florestal: princípios e experiências, com o pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental, Silvio Brienza, que é referência em estudos sobre recuperação de áreas degradadas; – Fatores Ecológicos do processo de produção de sementes, com pesquisadora da Embrapa Amazônia Oriental, Noemi Vianna Leão, reconhecida especialista em sementes florestais. O seminário é realizado em parceria entre a Embrapa Amazônia Ocidental (Amazonas), a Embrapa Amazônia Oriental (Pará) e o Instituto Federal do Amazonas (Ifam) em Parintins. As atividades acontecem dia 9 de março, no auditório do Ifam de 8h às 12h. Não é necessário fazer inscrição prévia, bastando fazer o credenciamento no próprio local antes do evento.

– O curso Manejo de sementes e mudas de espécies nativas do Baixo Amazonas inicia segunda-feira, dia 9 às 13h e segue até sexta, dia 13 pela manhã. O curso tem o propósito de socializar conhecimentos sobre produção de sementes e mudas de espécies nativas na região do Baixo Amazonas, visando o estímulo à restauração florestal, ao fortalecimento da arborização urbana, à implantação de sistemas agroflorestais e ao fortalecimento da cadeia produtiva de sementes e mudas. As inscrições para o curso são gratuitas e podem ser feitas no Núcleo de Apoio a Pesquisa e Transferência de Tecnologias do Baixo Amazonas (NAPTT) da Embrapa em Parintins. O curso realizado pela Embrapa Amazônia Ocidental, tem o apoio da Embrapa Amazônia Oriental, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), do Ifam-Parintins, e da Teia de Educação Ambiental e Interação em Agrofloresta. As palestras serão na área da Ufam (da rua Maués, esquina com rua Paraíba ao lado da praça dos bois), com atividades práticas em diversos locais como o NAPTT, viveiros, FertSolo, castanhal do bairro União e fragmento florestal do campus do Ifam.

– A Feira de Troca de Sementes e Saberes de Espécies Nativas do Baixo Amazonas acontece no dia 13 de março de 13h30 ás 17h30, também na Ufam (da rua Maués, esquina com rua Paraíba, ao lado da praça dos bois). A proposta dessa Feira é ser um espaço dedicado ao intercâmbio de conhecimentos e de sementes entre os Guardiões de Sementes, agricultores e agricultoras e técnicos com a finalidade de preservar a agrobiodiversidade e aumentar a resiliência e a sustentabilidade das atividades agroflorestais. Essa atividade é voltada para os participantes do curso de Manejo de Sementes e Mudas e demais agricultores, técnicos e outras pessoas que se considerarem guardiões de sementes de alguma espécie e queiram compartilhá-las.

 

 

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação 

Deixe uma resposta