Governo do Amazonas e agricultores rurais de Barreirinha formam parceria para auxiliar na mecanização agrícola

Notícias

Na região do Baixo Amazonas, o incentivo à mecanização agrícola tem levado a agricultores rurais a expectativa no aumento da produção de frutas e hortaliças. Exemplo desse incentivo se dá no município de Barreirinha, por meio da parceria entre a Associação dos Moradores do Distrito de Terra Preta do Limão e o Governo do Amazonas, por meio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam).

A mecanização realizada no Distrito de Terra Preta do Limão, localizado à margem direita do Paraná do Ramos, zona rural de Barreirinha, iniciou neste mês de agosto. Na localidade, o Idam tem auxiliado os produtores desde o preparo do solo, orientações sobre o manejo da cultura até a fase de colheita.

Para o diretor-presidente do Idam, Valdenor Cardoso, o desenvolvimento rural só é possível quando se dispõe de uma equipe qualificada para atender os agricultores em todas as etapas de produção, seja na assistência técnica, acesso ao fomento ou apoio à comercialização.

“Nossa missão é intensificar cada vez mais os serviços prestados ao agricultor familiar que precisa de estrutura para ampliar sua produção, e o Governo do Amazonas tem demonstrado comprometimento com as questões do setor primário. A equipe de Barreirinha, composta por engenheiro florestal, médicos veterinários, técnicos em agropecuária e administrativos, está empenhada no atendimento aos mais de 670 beneficiários dos serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) prestados pelo Idam na região”, destacou Valdenor.

Mais produção – A mecanização está facilitando as práticas de campo e possibilitando a troca de enxadas e terçados por máquinas e implementos agrícolas. É o caso do produtor Silvio Souza, de 39 anos, do Distrito de Terra Preta do Limão, que atualmente trabalha com os plantios de milho, hortaliças, maracujá, pimenta-de-cheiro e criação de aves.

“Temos que evoluir e acompanhar a tecnologia. Aos poucos vamos deixando o uso de enxadas e terçados por máquinas e implementos, diminuindo o esforço físico de quem trabalha no campo. E o Idam tem nos ajudado até com capacitação para operar essas máquinas e equipamentos. Estamos ansiosos para triplicar nossa produção nas áreas que estão sendo mecanizadas. A nossa intenção é que, até o mês de outubro deste ano, possamos iniciar o plantio de cinco hectares da cultura do milho”, destacou.

Na localidade, o Idam, com apoio dos agricultores, implantou duas Unidades Demonstrativas (UDs) de cultivo irrigado de maracujá consorciado com a pimenta-de-cheiro. Cada UD possui 0,5 hectare, e o objetivo é ampliar para 3 hectares até o final do ano.

As máquinas e implementos agrícolas utilizados pela associação, no trabalho de mecanização, foram adquiridos por meio do edital nº 003/2017 do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), no ano passado. Com um recurso total de R$ 133 mil, os agricultores adquiriram um trator agrícola, uma grade aradora, uma roçadeira e uma carreta agrícola.

Crédito Rural – Recentemente, o Idam elaborou três projetos de crédito rural no valor de R$ 180 mil, por meio dos programas de Pró-Mecanização e Pró-Calcário. Os projetos foram aprovados no mês de julho pela Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

 

 

Fonte – Secom

Foto – Divulgação 

Deixe uma resposta