Idam e Cooperação Técnica Alemã discutem planejamento estratégico para gestão do CAR no Amazonas

Notícias

O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) iniciou, nesta quinta-feira (27/08), as tratativas com a consultoria da Cooperação Técnica Alemã (GIZ) para definição de planejamento estratégico de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) sobre a gestão do Cadastro Ambiental Rural (CAR). A próxima etapa é realizar uma oficina de planejamento, que deve ocorrer nos dias 17 e 18 de setembro.

O objetivo do alinhamento estratégico entre Idam e GIZ é incentivar a regularização ambiental dos imóveis rurais no Amazonas. Na segunda quinzena de setembro, a diretoria executiva do Idam, o corpo técnico da casa e gerentes de Unidades Locais de alguns municípios, tais como Lábrea, Humaitá, Manicoré (Santo Antônio do Matupi), Parintins e Boca do Acre, devem participar da oficina de planejamento sobre a atuação (etapas, metas e atividades) do Idam junto ao CAR e futuras ações do Projeto de Inscrição e Análise do Cadastro Ambiental Rural (Projecar) e Programa de Regularização Ambiental (PRA).

De acordo com o diretor-presidente do Idam, Valdenor Cardoso, a iniciativa vai ao encontro das recomendações do governador Wilson Lima e dos esforços do Sistema Sepror para agilizar o processo de cadastramento e análise do CAR. “Queremos agilizar o processo que visa a regularização ambiental para apoiar os produtores rurais do Amazonas no acesso ao crédito rural, que é uma importante ferramenta de desenvolvimento das atividades no campo. Para isso, o Idam já vem intensificando a análise preliminar do CAR através da força-tarefa criada em junho deste ano”.

Para o consultor da GIZ, Marcelo Nunes, a política ambiental é importante para o Amazonas por ser o maior estado brasileiro com grande parte de seu território coberto por floresta nativa. “O CAR traz uma garantia de que aquele imóvel rural cumpre a legislação ambiental, que é o código florestal. Então, se o imóvel rural tiver alguma inconformidade perante o novo código florestal, ele precisa ser ajustado, principalmente, se for recomposição de reserva legal e áreas de preservação permanente”, disse Nunes.

Projecar – Considerando a capilaridade do Instituto nos municípios do interior, o Idam elaborou um plano de trabalho que vai desde a sensibilização de produtores rurais nos 36 municípios de atuação do projeto, além da meta estipulada para atender aproximadamente 11 mil inscrições no CAR e 20 mil retificações.

O planejamento estratégico do Idam será desenvolvido em parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), entidades responsáveis pela organização e regularização ambiental no Amazonas.

 

 

Fonte – Secom

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta