Associação promoveu debate sobre cooperativismo

Notícias

A importância do cooperativismo na recuperação da economia pós-Covid-19 foi o tema da live promovida nesta sexta-feira, pela Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE), e que contou com a participação do diretor executivo de Crédito do Sicredi, Gustavo Freitas, do superintendente de Negócios do Sicoob, Luciano Ribeiro, e do coordenador do Ramo Crédito da OCB, Thiago Borba.

O representante da OCB explicou como o cooperativismo está estruturado no Brasil e, ainda, sobre o que são e como funcionam as cooperativas de crédito. Segundo ele, o Panorama do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo, do Banco Central do Brasil, referente ao fim de 2019, mostrou que o número de pessoas ligadas às 873 cooperativas singulares de crédito chegou a mais de 12 milhões, ou seja, se todos os cooperados fossem vizinhos, ocupariam uma área maior do que o estado de Pernambuco, tão grande quanto países como a Bélgica, Portugal e Grécia e até maiores do que os Emirados Árabes ou a Áustria.

“Aqui, elas são tão essenciais que, em quase 600 cidades brasileiras, são a única instituição financeira presente, atendendo com qualidade e cumprindo todas as exigências legais e regulatórias estabelecidas pelo Conselho Monetário Nacional e pelo Banco Central. Ah, e por falar em atendimento, a nossa rede é simplesmente a maior do país, com 873 coops singulares e 6.043 postos de atendimento. É por isso que já somos 4,5% da população brasileira.

Segundo Borba, o cooperativismo, desde que surgiu, há quase 200 anos, sempre buscou alternativas pra contornar as crises. Dessa forma, está no DNA do modelo societário cooperativo a busca pela superação das crises de cada tempo. Ele discorreu sobre as crises de 2008 e 2014, mostrando que as cooperativas se reinventaram e conseguiram passar pelas dificuldades sem muitos dos abalos que prejudicaram outros integrantes do Sistema Financeiro Nacional.

Agora, neste cenário de pandemia, Borba assevera que o cooperativismo tem diante de si grandes desafios, mas muitas oportunidades. “Temos a certeza de que o cooperativismo sairá mais forte, reforçando sua imagem como grande alternativa para a sociedade brasileira”, concluiu.

O debate foi moderado pelo presidente da Associação Nacional dos Centros de Pós-Graduação em Economia (Anpec), Marcelo Braga. O evento foi transmitido pelo YouTube e, quem não viu, pode assistir, clicando aqui.

 

 

Fonte – OCB

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta