Idam participa da Campanha de Expansão da Cultura da Juta

Notícias

A Unidade Local do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) em Codajás realizou, na sexta-feira (18/09), a Campanha de Expansão da Cultura da Juta, na escola estadual Professor Luiz Gonzaga Souza Filho, naquele município, a 240 quilômetros de Manaus. Durante o evento foram realizadas atividades de sensibilização e visitas de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) aos juticultores que estão inseridos no Projeto Prioritário da Cadeia Produtiva de Fibras em Codajás.

O Governo do Estado está fazendo reuniões de sensibilização aos fibricultores para estimular o plantio de juta. “Se conseguirmos mobilizar os produtores para receberem essas sementes de juta subsidiadas pela iniciativa privada, podemos aumentar a safra deste ano, atingindo uma média de 120 produtores”, afirmou o extensionista rural da Gerência de Produção Vegetal do Idam, Suzamar Santos.

O evento faz parte dos esforços do Governo para fomentar a cadeia produtiva de fibras no estado, que hoje é o principal produtor de fibras no país, contando com mais de 5 mil agricultores familiares dedicados ao segmento e uma área plantada de quase 7 mil hectares. O Projeto Prioritário da Cadeia Produtiva de Fibras tem levado recursos e serviços de Ater a agricultores nos municípios de Manacapuru, Anori, Codajás, Anamã, Beruri, Coari, Caapiranga, Manaquiri e Parintins.

Durante a campanha, a Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) também esteve presente, fazendo o cadastramento dos produtores que receberão subvenções este ano.

Cadeia de Fibras – Este é o primeiro de uma série de eventos destinados a estimular o cultivo de fibras no Amazonas. O segundo já está agendado para o próximo dia 25 de setembro no município de Manacapuru (a 68 quilômetros da capital).

 

Fonte – Secom

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta