Apoio aos empreendedores é fundamental para retomada do crescimento dos municípios

Notícias

Em meio à crise causada pela pandemia do coronavírus no país, o número de novos microempreendedores individuais (MEI) criados entre o final de março e meados de agosto deste ano, superou em quase 43 mil o resultado do mesmo período de 2019, alcançando 684 mil registros. Entretanto, grande parte desses empreendedores foram motivados pelo desemprego, um dos impactos gerados pela pandemia, e acabaram recorrendo ao empreendedorismo por necessidade, sem tempo para se preparar de forma adequada para gerir um negócio. Por isso, o Sebrae orienta que os futuros prefeitos, prefeitas, vereadoras e vereadores que serão escolhidos nas próximas eleições municipais, precisam investir no atendimento qualificado aos empreendedores locais, para que eles recebam as orientações e o apoio de que precisam neste momento.

Para ajudar as gestões municipais na criação de um ambiente de negócios favorável às micro e pequenas empresas e aos MEI, o Sebrae lançou o documento Guia do Candidato Empreendedor, com o apoio Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa, da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), do Instituto Rui Barbosa, com a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público e da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil.

O guia indica um conjunto de ações para desenvolver o município com a força dos pequenos negócios, que neste momento, precisam como nunca de apoio para encontrar alternativas para sobreviver no mercado, se adaptar ao cenário e até mesmo, enxergar novas oportunidades de negócios. Para conhecer o Guia na íntegra e as iniciativas do Sebrae que contribuem para a transformação dos municípios, basta acessar o site do Sebrae.

“Não há dúvidas de que sem uma recuperação vigorosa dos pequenos negócios não haverá retomada econômica de alcance no pós-pandemia do coronavírus. Então é preciso que os futuros gestores incluam, com urgência, o empreendedorismo na agenda de desenvolvimento local, planejando ações que fortaleçam os pequenos negócios ao longo de seus mandatos”, destacou o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

Em mais uma edição da Série ‘Sebrae nas Eleições’, a Agência Sebrae de Notícias (ASN) destaca a importância de apoiar o empreendedor com a ampliação de serviços de atendimento qualificado e estímulo à capacitação em gestão empresarial, tão necessária para o sucesso dos negócios.

Apoie o empreendedor

A quarta dica do guia do candidato ressalta que as prefeituras podem implantar e fortalecer o apoio e a orientação aos empresários por meio da Sala do Empreendedor, local para o atendimento qualificado para quem já tem ou quer ter o seu próprio negócio. É na Sala do Empreendedor que o empresário ou quem pretende abrir o próprio negócio, deve encontrar estímulo para se capacitar e ter acesso ao amplo portifólio de soluções do Sebrae, que inclui: cursos técnicos e gerenciais; orientações sobre acesso a linhas de crédito disponíveis, inclusive por meio de Empresas Simples de Crédito (ESC), criadas exclusivamente para atender à demanda de empréstimos dos pequenos negócios de forma regionalizada, entre outros serviços.

Também é papel dos futuros gestores apoiar os pequenos negócios locais na aproximação com grandes empresas, para que possam tornar-se fornecedores; na participação de feiras, rodadas de negócios; e na prospecção de novos mercados, como é o caso das oportunidades de negócios em compras públicas, um mercado com grande potencial para as micro e pequenas empresas, mas que ainda pouco explorado.

Todas as dicas e ações indicadas pelo Sebrae no Guia do Candidato fazem parte do Programa Cidade Empreendedora, que a partir da adesão dos municípios, oferece apoio técnico à gestão municipal na elaboração de um plano de desenvolvimento local, com base na valorização dos pequenos negócios, sendo alinhado à realidade de cada cidade e visão de cada prefeito.

Case de Sucesso

O município de Ponta Grossa, no Paraná, instalou a primeira Sala do Empreendedor Digital no país. Entre 2016 e 2017, após os bons resultados alcançados com a experiência do espaço de forma convencional, que já funcionava há três anos, a prefeitura passou a oferecer um canal de atendimento digital integrando os serviços da prefeitura e de outros órgãos de forma online. A mudança ampliou significativamente a capacidade de atendimento e mudou o perfil dos usuários que passaram a buscar mais pelos serviços, contribuindo para a qualificação e maior competitividade dos pequenos negócios locais. O município foi premiado na 10ª Edição do Prefeito Empreendedor.

 

 

Fonte – Sebrae

Foto – Divulgação

 

Deixe uma resposta