Empresa brasileira é uma das vencedoras da Copa do Mundo de Empreendedorismo

Notícias

A empresa Key2enable Assistive Technology, unidade de negócios da brasileira “TiX – Tecnologia Assistida”, nos Emirados Árabes Unidos, foi uma das vencedoras da etapa final da Copa do Mundo de Empreendedorismo, realizada por meio de canais digitais. A empresa conquistou o primeiro lugar na categoria “Best Growth”. Fundada em Minas Gerais, em 2009, a TiX desenvolve um conjunto de tecnologias assistivas para crianças com deficiência, que aceleram o processo de comunicação e aprendizagem e ajudam no processo de tornar essas crianças autossuficientes. A Copa do Mundo de Empreendedorismo tem o patrocínio de instituições da Arábia Saudita, como a Minsk Foundation.

A Copa do Mundo de Empreendedorismo é realizada pela Global Entrepreneurship Network (GEN), e – no Brasil – o Sebrae liderou a fase nacional da competição. Em todo o mundo, o evento contou com 175 mil participantes, de 200 países, ao longo de 2020. Para a grande final, foram selecionadas 100 startups, que foram classificadas em 65 finais nacionais.

Jose Rubinger Filho, fundador da TiX, comenta que a conquista do Prêmio na Copa do Mundo coloca a empresa em um novo patamar. A startup está internacionalizada desde 2018 e já atua hoje nos mercados dos Estados Unidos, Chile e Emirados Árabes, com planos de expansão para o Canadá. “O reconhecimento abre novas portas e vai permitir que os investidores possam nos conhecer melhor. Com o prêmio, temos mais oportunidades de conversar com ministros da educação, ter acesso a novos centros e difundir o nosso trabalho”, comenta.

Inovação

A TiX Tecnologia Assistiva desenvolve soluções de acessibilidade para pessoas com deficiência. Entre essas soluções está o Teclado Inteligente TiX, que torna os computadores, tablets e smartphones acessíveis a pessoas que possuem limitação de movimentos. O serviço contempla a avaliação das necessidades de cada pessoa e a prescrição dos equipamentos a partir do acompanhamento das experiências e evoluções desse público. Toda a solução é contratada através de um plano de acessibilidade, com pagamento mensal a partir de 165 reais. Com os planos de assinatura, em lugar de comprar produtos, o cliente contrata a acessibilidade como um serviço, que inclui os equipamentos indicados e a atenção continuada.

Visibilidade

A analista de cultura empreendedora do Sebrae, Renata Malheiros, destaca a importância da Copa do Mundo de Empreendedorismo. “Essa iniciativa é mais que uma competição. A experiência é única porque pode mudar completamente a história dos participantes. A possibilidade de conectar mentes inovadoras de todo o mundo para a troca de ideias é sensacional. Sem falar da chance de os candidatos terem acesso às instituições internacionais que apoiam o empreendedorismo, assim como o Sebrae faz no Brasil. Ampliar a rede de relacionamento, encontrar investidores, conectar soluções com parceiros, ganhar prêmios, são algumas das possibilidades que já presenciei”, afirmou Renata.

No ano passado, a brasileira Laura Marsiaj Ribeiro, cofundadora + CEO da “Eu Ensino” foi selecionada para a final da Copa na Arábia Saudita. Seu projeto é um balcão único on-line para recursos de treinamento de professores, com sede em São Paulo. O “Eu Ensino” utiliza sua plataforma tecnológica para aumentar o alcance de técnicas de gerenciamento socioemocional em sala de aula, compartilhamento de melhores práticas e trilhas distintas de treinamento de professores; fornecendo, assim, uma solução escalável para os sistemas educacionais. Os clientes da “Eu Ensino” são escolas públicas e distritos educacionais, e seus usuários finais são educadores escolares.

 

 

Fonte – Sebrae

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta