Parceria entre Sete e restaurante local fortalece empreendedorismo das louceiras do Maruanum

Notícias

Oito louceiras tradicionais do Distrito do Maruanum, área rural de Macapá, receberam um almoço especial nesta-sexta-feira, 2. O convite partiu do proprietário de um restaurante que comprou 530 louças para o local, entre travessas, bandejas, tigelas, farinheiras e tucupizeiras. As mulheres consumiram alimentos em peças de cerâmica produzidas por elas e foram as primeiras a experimentar a novidade.

A compra das louças é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete), através da Coordenação de Artesanato, e o Restaurante Amazonas Peixaria, localizado na orla de Macapá. O estabelecimento demonstrou interesse em substituir parte das vasilhas em porcelana, alumínio e aço por louças do Maruanum.

Nas peças em cerâmica foram servidos um cardápio de dá água na boca: pirapitinga ao molho da manteiga, caldeirada de pirarucu, filhote na manteiga de jambu e castanha do Brasil, pirapitinga ao forno recheada com massa de caranguejo e ainda um couvert: chips de macaxeira com molho de coentro.

“Já havíamos fechado uma primeira parceria para levar os produtos da Casa do Artesão para dentro do restaurante para serem expostos e comercializados. E surgiu a ideia de comprar as louças do Maruanum. Isto gerou renda às famílias da localidade”, informou Marcella Chesca, secretária da Sete.

Aos 73 anos e uma larga experiência com artesanato, a artesã Maria José Silva Chagas Almeida não escondeu a felicidade pelo reconhecimento e valorização do trabalho tradicional das louceiras e por ter o privilégio de almoçar no restaurante que utiliza suas peças.

“É motivo de muito orgulho para nós do distrito do Maruanum vivenciar este momento. Nossa arte, nosso trabalho, nosso artesanato secular cada vez mais ocupando espaços”, pontuou.

Para o CEO Andreo Bastos, do Restaurante Amazonas Peixaria, a meta é adquirir 2 mil louças para o local.

“Este foi só o começo de uma positiva parceria com as louceiras por intermédio da Sete. A opção pelas peças é uma forma de reconhecer a arte ancestral das mulheres louceiras e ainda regionalizar nosso ambiente para que os clientes possam conhecer melhor o artesanato produzido no Amapá”, detalhou.

Carteira Nacional do Artesão

Durante o almoço, as oito louceiras do Maruanum presentes no restaurante receberam a Carteira Nacional de Artesão. O documento é emitido pelo Governo Federal, por meio do Programa de Artesanato Brasileiro (PAB). Ao todo foram emitidas 21 carteiras e serão entregues as demais louceiras da região.

 

Fonte – Governo do Amapá

Foto – Divulgação

 

Deixe uma resposta