Sebrae supera marca de 100 mil atendimentos no Amazonas

Notícias

Na última sexta-feira (23), o Sebrae ultrapassou a marca de 100 mil atendimentos realizados no Amazonas, no período de janeiro a outubro deste ano. O resultado é considerado excelente pelos dirigentes da Instituição, umas vez que demonstra, de acordo com eles, o papel decisivo que o Sebrae tem ao prestar apoio aos pequenos negócios, sobretudo nos últimos meses durante os quais a pandemia do Corona Vírus causou fortes prejuízos à economia do Estado.

Com relação ao total de pessoas atendidas, o número é de 51 mil empreendedores amazonenses, que ao logo do período receberam do Sebrae algum tipo de atendimento na forma de orientação técnica, participação em cursos ou tiveram acesso a algum novo conhecimento útil a sua atividade empresarial. Relacionando o total de atendimentos com o número de empreendedores beneficiados, estima-se que cada pessoa utilizou os serviços do Sebrae ao menos duas vezes neste ano.

“Esses números demonstram ao menos três fatores importantes que nos deixam otimistas. Primeiro, mostra que o Sebrae esteve cada vez mais presente na vida dos empreendedores locais, mesmo com a pandemia. Segundo, o empreendedor confia no nosso trabalho e acredita que podemos ajudá-lo. Terceiro, a competência das equipes do Sebrae”, destaca o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae no Amazonas (CDE/AM), Muni Lourenço.

Outro fator importante a ser destacado, segundo esclarecem analistas do Sebrae, é que 80% de todos os atendimentos realizados neste ano ocorreram por dispositivos online. A estimativa de atendimentos a serem realizados até o final do 2020 é de 125 mil pessoas. “Estamos em um ano totalmente atípico em relação aos anos anteriores. Tivemos que nos adaptar rapidamente para oferecer soluções remotas e online para todos os nosso perfis de clientes. Com a mobilização e competência de nossas equipes, oferecemos diversos meios de manter o Sebrae próximo e acessível aos empreendedores da capital e do interior”, ressalta a diretora superintendente do Sebrae/AM, Lamisse Cavalcanti.

Já com relação aos atendimentos presencias realizados em Manaus, a Instituição registra uma maior demanda por parte de empreendedores dos setores de comércio e serviços, sendo a maioria atuante nos ramos de restaurantes, bares, serviços de beleza, serviços de eventos, material de construção, estivas e mercadorias, fármacos, cosméticos, entre outros segmentos.

 

 

Fonte – Sebrae/AM

Foto – Divulgação

 

 

Deixe uma resposta