Referência em artesanato reabre com a exposição Gente Peixe

Notícias

O Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB) inaugurado, no sábado (31), com exposição aberta ao público, após sete meses com as portas fechadas, devido às medidas restritivas adotadas contra a pandemia de Covid-19. Centrada nos povos do Alto do Rio Negro, no Amazonas, Gente Peixe propõe uma viagem imersiva à cultura de uma das mais ricas regiões etnográficas do Brasil, caracterizada pela grande e variada produção de cultura material.

Apoiada em relatos míticos sobre a origem do mundo, das pessoas e das coisas, a exposição levará o visitante do CRAB a descobrir histórias, origens e territórios relacionados ao modo como estes povos milenares da bacia amazônica criam objetos como expressão de sua cultura e criatividade. Uma obra que com certeza vai impressionar o visitante é a imensa Cobra Canoa confeccionada em arumã que, segundo a lenda, viaja pelo Rio de Leite.

E por que o nome Gente Peixe?“ Para os indígenas dessa região, a criação da humanidade seguiu um ritmo de transformação: primeiro vieram os objetos, depois os peixes e, por fim, os humanos”, afirma a curadora da mostra Rozana Trilha. “Os indígenas tem uma dinâmica de pensamento diferente da nossa, que é linear. O deles é circular, o que permite essa inversão de objeto surgir antes do homem”, explica Rozana.

“Vamos expor inúmeros objetos feitos à mão pelos povos que habitam o Alto do Rio Negro. Eles criaram essas peças como expressão de sua vida e religiosidade. É a primeira mostra aqui no CRAB totalmente dedicada à cultura indígenabrasileira”, diz Rony Oliveira, diretor-gerente do CRAB.

O CRAB seguirá o protocolo de segurança para proteção de seus visitantes, com agendamento da visita pelo link, capacidade reduzida, distanciamento,uso obrigatório de máscara, aferição de temperatura e álcool gel em vários pontos do prédio. O CRAB fica na Praça Tiradentes 67, Centro, e funciona de terça a sábado, 10h às 16h. A entrada é gratuita.

Sobre o CRAB – O Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro, criado em março de 2016 em um prédio histórico da Praça Tiradentes, no Rio de Janeiro, tem como missão promover o artesanato nacional e contribuir para qualificar a imagem dos produtos feitos à mão no Brasil. O CRAB também dispõe de midiateca eespaços multiuso, como um auditório de 100 lugares e salas para oficinas e workshops. Os ambientes são destinados à capacitação, formação, especialização, pesquisa e experimentação.

Está localizado na Praça Tiradentes, no Centro da cidade, local de memória urbana e um importante distrito criativo do Rio de Janeiro. A região combina valor histórico, cultural, turístico, gastronômico e de entretenimento. Todo o espaço possui uma estrutura moderna e sofisticada que convive com o padrão construtivo do século XVIII. Esse cenário arquitetônico revitalizado valoriza e destaca o artesanato brasileiro, contribuindo para a afirmação cultural da Praça Tiradentes e de sua área de influência.

O complexo arquitetônico do CRAB está regido pela legislação de proteção aos bens tombados pelo IPHAN, na esfera federal; pelo INEPAC, na estadual; e pelo IRPH, órgão municipal. Os três prédios fazem parte do Corredor Cultural do Rio Antigo, criado para preservar áreas históricas.

 

 

Fonte – Sebrae

Foto – Divulgação

 

 

Deixe uma resposta