Sepror promove reunião de integração para receber novos servidores

Notícias

Na manhã desta terça-feira (03/11), a Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) promoveu reunião de integração dos 146 novos profissionais que participaram do processo seletivo da Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (Aadesam). Eles irão compor o quadro funcional da Sepror, contribuindo para o Projeto de Apoio ao Fortalecimento das Ações de Fomento e à Produção Sustentável Rural no Amazonas.

Entre os profissionais selecionados estão engenheiros de pesca, zootecnistas e médicos florestais, que atuarão na capital e no interior.

Serão dois dias de palestras, onde os novos servidores obterão conhecimento a respeito do funcionamento, competências, missão e metas do Sistema Sepror, formado também pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Idam), Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) e Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (ADAF).

O governador do Amazonas, Wilson Lima, que esteve presente na abertura, discursou sobre a importância do setor primário para o fomento da economia do estado e como a adesão dos novos servidores irá agregar ainda mais valor a esse segmento. “A chegada de vocês aqui, no Sistema Sepror, ajudará a desenvolver ainda mais o setor primário, que, durante toda a pandemia, gerou saldo positivo para o nosso Amazonas”, lembrou Wilson Lima.

Já o secretário da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, destacou a importância dessa conquista para o fortalecimento do setor primário.

“Estou feliz por mais essa conquista que a Sepror alcançou. O momento em que vivemos é desafiador, e vocês se submeteram ao processo seletivo da Aadesam, de onde saíram vitoriosos, mostrando o empenho e o compromisso que vocês possuem com o setor primário,” disse Petrucio.

O engenheiro de pesca, Paulo Ronan, servidor selecionado para atuar em Maraã, falou sobre a importância de técnicos no interior do estado. “O município de Maraã é um dos locais, no estado, que mais produz pescado na região do médio Solimões, onde auxiliamos os pescadores e fomentamos o pescado na região, fortalecendo as associações e assim, poder implementar políticas públicas voltadas para a sustentabilidade e geração de emprego,” completou Paulo Ronan.

 

 

Fonte – Secom

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta