Sebrae Delas: minissérie retrata principais desafios e potências do empreendedorismo feminino

Notícias

Com o propósito de refletir sobre os principais desafios e a potência do empreendedorismo feminino, o Sebrae lançou na última semana de novembro a minissérie Sebrae Delas. O conteúdo está disponível gratuitamente no canal do Sebrae no Youtube. O primeiro episódio chamado “Diferentes negócios, realidade em comum” apresenta algumas dificuldades coletivas, enfrentadas pelas empreendedoras, mesmo com perfis bastante distintos.

Todas as mulheres que integram a minissérie são empresárias atendidas no projeto Sebrae Delas. Entre os anos de 2019 e 2020, o projeto acolheu 10 mil empreendedoras, duas mil delas de maneira continuada. A coordenadora do projeto e analista de cultura empreendedora do Sebrae, Renata Malheiros, afirma que a minissérie focou na diversidade de identidades de empreendedoras brasileiras.

“Uma das maiores queixas que ouvimos nos atendimentos é sobre a falta de referência. Por isso, apresentamos empreendedoras jovens, seniors, brancas, negras, de norte a sul do país, do agro, da alimentação, da tecnologia, do artesanato. No primeiro episódio mostramos, que mesmo sendo tão diferentes, algumas coisas são comuns entre elas, principalmente no que diz respeito aos obstáculos. A cultura do ‘isso não é para mulher’, por exemplo, acontece em todas as áreas”, diz Renata.

A minissérie vai abordar temas como liderança e relacionamento, equilíbrio da vida profissional com a pessoal, competência socioemocional, oportunidade de negócios, entre outras. De acordo com Renata, algumas questões são delicadas e difíceis de serem analisadas, mas precisam ser abordadas exatamente para quebrar paradigmas. “O primeiro passo para a mudança é enxergar a realidade com um olhar mais analítico. Observar nossa própria cultura, muitas vezes, não é muito confortável. Mas é necessário encarar essa realidade para romper com velhas barreiras”, declara.

Analice Meira é uma das mulheres que participaram do primeiro episódio. Psicóloga por formação, empreendedora desde 2003, Analice trabalha com organização de eventos. Segundo ela, o grande diferencial da série é a exposição das vulnerabilidades das mulheres empreendedoras, através da própria voz, das vivências enfrentadas ao longo da caminhada no empreendedorismo. “Essa experiencia me acolheu, me abraçou e pegou na minha mão. Quem nunca sentiu medo de empreender? Mas percebi que se a gente tremer de mãos dadas vamos ser mais fortes, apesar de todos os medos e fragilidades, nós mostramos nossa força para outras mulheres”, afirma.

Para Meira, o trabalho do Sebrae Delas funciona como uma desconstrução de padrões. “A diversidade de mulheres empreendedoras é enorme. Muitas empreendem por necessidade. As mulheres de modo geral se sentem ameaçadas, são descriminadas, têm sua capacidade colocada em dúvida em todas as áreas. O Sebrae está agindo como um apagador enorme desses velhos problemas. Com o Sebrae Delas, as mulheres se redescobrem, se enxergam capazes e confiantes”, acrescenta.

Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino

No último dia 19 de novembro, o Sebrae realizou programação especial para celebrar o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino. Na ocasião, mulheres empreendedoras de sucesso se encontraram em painéis para falar sobre tecnologia, carreira e maternidade, redes de apoio, startup e jornadas de empreendedorismo. O evento contou com a presença de personalidades como Luíza Trajano, da rede Magazine Luíza, Tania Cosentino, CEO Microsoft Brasil, Mônica Sousa, diretora executiva Mauricio de Sousa Produções, Bielo Pereira, apresentadora GNT, empresária e influenciadora digital, entre outras.

Assista o evento completo aqui.

 

 

 

Fonte – Sebrae

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta