Programa Minha Primeira Empresa no Amapá teve 1.500 inscritos, mais apenas 12% apresentaram documentação

Notícias

Até o último dia 19, o Programa Minha Primeira Empresa, lançado pelo governo do estado no final de 2020, e que vai selecionar 60 potenciais planos de negócios, havia totalizado 1.574 inscritos, porém, apenas 194, ou seja, 12,7% desses candidatos encaminharam a documentação comprobatória exigida em editais do programa.

De acordo com o diretor de Apoio as Micros e Pequenas Empresas da Agencia Amapá, Joselito Abrantes, esses inscritos ainda não enviaram a documentação comprobatória (copias do RG, CPF, comprovante de residência e de inscrição) para o e-mail: programaprimeiraempresa@geaamapa.ap.gov.br, atendendo ao disposto nos editais. Ele ressalta que os inscritos precisam agilizar essa entrega até o dia 30.

“Ressaltamos que, quem deixar de seguir essa recomendação prevista nos editais, não poderá participar das demais etapas previstas no programa”, alertou o diretor.

Ele ressalta que para possíveis duvidas e demais esclarecimentos, os interessados podem procurar a sala do Programa Minha Primeira Empresa na Agência de Desenvolvimento Econômico do Amapá (Agência Amapá), localizada na Avenida Cônego Domingos Maltês, 916, bairro do Trem.

Programa Minha Primeira Empresa

As inscrições iniciaram no último dia 4. O Programa Minha Primeira Empresa faz parte do Programa Amapá mais Forte, que visa o fortalecimento da economia e do empreendedorismo amapaense. O programa é desenvolvido pela Agência Amapá em parceria com o Sebrae e Agência de Fomento do Amapá.

O programa foi dividido em três editais, sendo um para selecionar 20 planos de negócios de Jovens Empreendedores no valor de até R$ 10 mil; um para selecionar 20 planos de negócios de potenciais empreendedores cadastrados em programas sociais; e outro para selecionar 20 planos de negócios multissetoriais de empreendedores dos segmentos do comércio, indústria e serviços.

As inscrições devem ser efetuadas no site ou na Agência de Desenvolvimento Econômico do Amapá.

 

Fonte – Governo do Amapá

Foto – Divulgação

 

Deixe uma resposta