Reunião define planejamento para capacitação de técnicos da extensão rural do Amazonas

Notícias

Em reunião realizada na quinta-feira (11/02), a Embrapa Amazônia Ocidental e o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), começaram a definir o planejamento para o programa de capacitações que será realizado durante o ano de 2021. A ação integra um Acordo de Cooperação Técnica entre as duas instituições que prevê a realização de uma série de iniciativas para treinamento, capacitação e transferência de tecnologias para o setor primário do estado do Amazonas até 2024.

De acordo com o chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Amazônia Ocidental, José Olenilson Costa Pinheiro, em decorrência da situação sanitária do Amazonas, num primeiro momento as capacitações serão realizadas online e os cursos começam a ser ministrados nos próximos meses. “Quando o quadro melhorar, voltaremos a realizar capacitações presenciais, tanto em Manaus como em cidades do interior do estado”, ressaltou.

A programação estabelecida vai atender a demandas do Idam em diferentes áreas, sendo que num primeiro momento o público prioritário será o de técnicos da instituição de extensão rural, mas também serão atendidos produtores. Segundo Pinheiro, as capacitações abrangem área como fruticultura, piscicultura, pecuária, avicultura, culturas agrícolas, além de gestão de propriedade rural. “O objetivo é repassar informações técnicas e tecnologias que possam contribuir com o desenvolvimento do setor primário”, afirmou o pesquisador.

Segundo o gerente de Capacitação e Metodologias de Assistência Técnica e Extensão Rural do Idam, Pedro Chaves da Silva, nesse ano um dos objetivos da parceria com a Embrapa é contribuir para a capacitação dos novos técnicos do órgão. O Idam está recebendo cerca de 270 novos funcionários que irão atuar na extensão rural e está desenvolvendo um programa de treinamento para esse pessoal. “Boa parte desses técnicos é de fora do estado, por isso essa parceria com a Embrapa é importante, pois os pesquisadores da instituição possuem amplo conhecimento sobre o Amazonas e queremos usar essa expertise na preparação deles, uma vez que vão atuar diretamente com os produtores rurais do estado”.

Além do programa de capacitação, o convênio entre as duas instituições prevê também a realização de ações para a transferência de tecnologias já disponibilizadas pela Embrapa para o setor produtivo. Uma dessas iniciativas é a parceria para a condução de Unidades de Referência Tecnológica (URTs) em propriedades rurais, ferramenta utilizada pela Embrapa para a validação e a disseminação de tecnologias desenvolvidas pelo centro de pesquisa. “Fortalecer essa parceria com o Idam é essencial para que possamos repassar tecnologias para o setor primário, contribuindo assim para a melhoria na produção, aumento de produtividade e da renda e, consequentemente, da qualidade de vida do produtor rural do Amazonas”, disse José Olenilson Pinheiro.

 

 

 

Fonte – Embrapa Amazônia Ocidental

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta