Aulas do Curso de Informática Básica iniciam em Belém

Notícias

O primeiro passo para a inclusão digital de cooperativas em vulnerabilidade e jovens de bairros periféricos de Belém ocorreu nesta quarta-feira (10). SESCOOP/PA, UFRA e UNIMED Belém realizaram a aula inaugural das duas primeiras turmas do Curso de Informática Básica, no Laboratório de Informática do Cooperativismo (LabCoop).

“Hoje temos um marco muito importante para UFRA e OCB/PA, por contribuir com a inclusão de jovens no mercado de trabalho. Talvez eles não percebam o grande passo que estão dando, mas pra nós é uma alegria imensa pois temos a exata dimensão do quanto podemos contribuir com o futuro desses jovens”, disse Marcel Botelho, reitor da UFRA.

Devido às medidas de prevenção contra a Covid-19, as atividades presenciais (matutino/vespertino) terão a quantidade de 10 alunos, em ambos os turnos, para se enquadrar aos critérios do novo decreto do Governo do Estado, a fim de promover a segurança e bem-estar de todos.

O curso será realizado às segundas, quartas e sextas-feiras, com 4h de duração. A previsão é que, ao longo do ano, o LABCOOP capacite 25 turmas. A carga horária é de 52 horas, conforme grade curricular que deve desenvolver os módulos: Desvendando o computador – conceitos básicos; Introdução à edição de texto; Introdução a planilha eletrônica; Introdução à apresentação; utilizando o computador de forma ética, consciente e segura, entre outros.

“O curso é rápido e atende demanda da maioria das empresas, com um olhar bem prático de aprendizados sobre o Pacote Office, acesso à internet e outros assuntos. É totalmente gratuito para as cooperativas. Basta encaminhar um ofício solicitando a inscrição para o SESCOOP/PA, com o nome de seus participantes e informando a preferência de turno”, explicou Ernandes Raiol, presidente da OCB/PA.

Projeto – O projeto apresenta uma proposta para a aplicação das tecnologias digitais de forma ética, auxiliando no processo de democratização. Está sendo coordenado pelo Sistema OCB/PA, pelo setor de responsabilidade social da Unimed Belém, assessorado pelo colaborador Eduardo Silva, pelo reitor adjunto de extensão da UFRA, Jonas Elias Castro da Rocha (Ufra) e pela Coordenação de Licenciatura em Computação da UFRA com a professora Decíola Sousa.

“A UFRA se sente muito honrada em participar desse momento que é muito especial para Universidade, para o cooperativismo e para sociedade. São cerca de 500 jovens de cooperativas e bairros em vulnerabilidade que participarão e terão uma possibilidade de mudança de vida através do ensino, através da extensão universitária. A UFRA estará sempre de portas abertas para sociedade e para o cooperativismo e para todos aqueles que enxergam que a educação é uma grande alternativa para mudança e transformação social”, explicou Jonas Castro, pró-reitor da UFRA.

Cooperação – E para que o projeto fosse realizado, a Unimed Belém fez a destinação dos equipamentos e mobiliários. Já o SESCOOP/PA está disponibilizando a sala, com toda a infraestrutura de energia, climatização, cadeiras e acesso à internet, necessários para a realização dos cursos, bem como na cobertura financeira das bolsas de estágio para os alunos da UFRA, que serão os instrutores dos cursos ofertados aos participantes.

“O mundo requer essa inclusão digital e as cooperativas estão dando esse passo além. A tecnologia é fundamental e a pandemia mostrou que os empreendimentos adaptados às ferramentas digitais estão melhores posicionados no mercado”, concluiu o coordenador de responsabilidade social da Unimed Belém, Eduardo Silva.

O projeto também pretende apoiar ações sociais itinerantes de inclusão digital promovidas pela cooperativa junto às comunidades ribeirinhas localizadas ao entorno de Belém, atendendo também no processo de capacitação dos Aprendizes contratados pela UNIMED BELÉM e capacitados pelo SESCOOP/PA, no Curso de Auxiliar Administrativo, no módulo de informática.

 

 

Fonte – OCB/PA

Foto – Divulgação

 

 

Deixe uma resposta