Sebrae e Mauricio de Sousa Produções incentivam empreendedorismo feminino

Notícias

O Sebrae e a Mauricio de Sousa Produções (MSP) se uniram para incentivar o empreendedorismo feminino. A ação se dá por meio de histórias que demonstram às meninas a importância de acreditar no próprio potencial e desenvolver habilidades importantes aos negócios desde a infância – como o exercício da liderança. Essa iniciativa tem o apoio do Programa Ganha-Ganha: Igualdade de Gênero Significa Bons Negócios, parceria entre ONU Mulheres, Organização Internacional do Trabalho (OIT) e financiamento principal da União Europeia.

Batizada de Donas da Rua do Empreendedorismo, a ação será lançada no dia 8 de março (Dia Internacional da Mulher) e dará origem à campanha que veiculará histórias em quadrinhos com temas que incentivam as crianças a desenvolverem características importantes ao empreendedorismo, para a vida adulta. As personagens ilustrarão uma história por mês, durante um ano, sendo 12 ao todo. Entre os temas abordados estão: meninas e liderança, inovação e tecnologia, como vencer crenças limitantes e comunicação proativa.

Baseado no conteúdo fornecido pelo Sebrae, com curadoria do Programa Ganha-Ganha, as histórias serão veiculadas nas publicações da Turma da Mônica. A parceria prevê ainda cartilhas com orientações sobre como incentivar atitudes empreendedoras; os fatores que atrapalham o setor e como enfrentá-los, além de sugestões de atividades que contribuem no desenvolvimento das habilidades que, no futuro, contribuirão para prática do empreendedorismo.“Características empreendedoras podem e devem ser desenvolvidas desde cedo, pois são úteis mesmo para quem não escolher a carreira de empresária quando adulta. Entre elas destacam-se: autoconfiança, persistência, comunicação e persuasão”, analisa a coordenadora do Projeto Sebrae Delas, Renata Malheiros.

Ao incentivar as atitudes empreendedoras entre as jovens, a iniciativa visa fomentar a liberdade de escolha entre elas para que no futuro a mulher não empreenda apenas por necessidade. Dados de 2019, segundo a pesquisa GEM, mostravam que 90,8% das mulheres empreendedoras abriram negócio motivadas a ganhar a vida, pois o emprego estava escasso.

Segundo Mônica Sousa, diretora executiva da Mauricio de Sousa Produções e criadora do projeto Donas da Rua, é necessário desenvolver ações que levem conscientização para que meninas e mulheres tenham acesso a direitos e oportunidades agora e no futuro. “A parceria com o Sebrae é uma de nossas contribuições para que se desenvolva um cenário propício ao empreendedorismo feminino, a fim de levar a mulher a ocupar seu espaço e se destacar na economia”, pontua a executiva.

Segundo dados do Sebrae/GEM, no Brasil, 55,6% das empreendedoras iniciais (com empresas de até 3,5 anos de existência) se dedicam a atividades consideradas “femininas”, como varejo de vestuário, alimentação, beleza e cuidados domiciliares. Um dos objetivos da ação é fomentar a liderança feminina em setores diversos, incluindo engenharia, ciência e tecnologia e inovação, para que as mulheres tenham cada vez mais possibilidades de se destacar na área que desejarem seguir, com perspectivas de trabalho e renda.

De acordo com Renata Malheiros, é necessário romper com as crenças limitantes de que algumas áreas não podem ser ocupadas por mulheres e a parceria com a Mauricio de Sousa Produções vai ao encontro desse objetivo. “A instalação dessas crenças acontece na infância e afeta as decisões das mulheres quando adultas, como a crença de que profissões como engenharias não são coisas de menina, por exemplo. Quando uma menina se livra das crenças limitantes e, na vida adulta, se joga no empreendedorismo, ninguém segura”, comenta Renata.

A ação da MSP e Sebrae faz parte do projeto Donas da Rua (criado em 2016) pela MSP como sinal do compromisso da marca aos Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEPs, da sigla em inglês para Women’sEmporwermentPrinciples). Os WEPs são a plataforma oferecida pela ONU Mulheres e Pacto Global disponível a empresas e instituições para nortear as ações rumo a um mundo com mais equidade no ambiente de trabalho, cadeia de valor e comunidades. O Sebrae também é signatário dos WEPs – desde 2018.

Sobre o Sebrae

Promover a cultura empreendedora, aprimorar a gestão empresarial e desenvolver um ambiente de negócios saudável e inovador para as micro e pequenas empresas brasileiras, que representam 99% dos empreendimentos do país, respondendo por quase 30% do PIB e 54% dos empregos formais. Esses pilares definem a atuação do Sebrae, uma das mais reconhecidas marcas no setor produtivo brasileiro. Com quase meio século de história, a entidade acumula milhares de projetos e parcerias em prol dos pequenos negócios, além de milhões de atendimentos e capacitações por ano, de forma gratuita. A instituição apoia o desenvolvimento de novos negócios, promovendo a melhoria das políticas públicas em favor do empreendedorismo, com atuação destacada no estímulo à competitividade. Com ampla capilaridade em todos os estados, o Sebrae contribui para a modernização constante dos pequenos negócios e para inclusão social, por meio da geração de emprego e renda.

Sobre a Mauricio de Sousa Produções

A Mauricio de Sousa Produções é uma das maiores empresas de entretenimento do Brasil, responsável por uma das marcas mais admiradas do país, a Turma da Mônica. A MSP investe em inovação e produz conteúdos em todas as plataformas com a mais alta tecnologia, alinhando educação, cultura e entretenimento. A empresa é signatária dos princípios de empoderamento das mulheres, plataforma da ONU Mulheres e Pacto Global. No licenciamento, trabalha com 150 empresas que utilizam seus personagens em mais de 4 mil itens. A presença da marca na plataforma Youtube já passou de 13 bilhões de views, sendo a maior audiência para Mônica Toy, conteúdo desenvolvido exclusivamente para esta plataforma; além do engajamento e interações orgânicos com os fãs em mídias sociais. Na área editorial, possui um dos maiores estúdios do setor no mundo, com 400 títulos de livros e mais de um bilhão de revistas vendidas, ambos responsáveis pela alfabetização informal de milhões de brasileiros.

 

Fonte – Sebrae

Foto – Divulgação

 

Deixe uma resposta