Jovens amazonenses comentam aprendizados do segundo encontro do programa CNA Jovem

Notícias

Depois de um fim de semana intenso de palestras no segundo encontro nacional do CNA Jovem, os três representantes do Amazonas no programa – Olivian Júlia Souza Farias, Thiago André Piedade Campos e Gabriel Gomes de Castro – compartilham as principais lições da imersão de conhecimento e os momentos mais marcantes das 16 horas de atividades.

Cada amazonense tirou aprendizados específicos que vão levar para a vida pessoal e profissional, e que contribuem para o desenvolvimento de seus projetos ao final da jornada do programa CNA Jovem, que visa incentivar os 80 participantes a proporem inovações para desafios complexos e desenvolver habilidades e competências para uma liderança empreendedora.

Sobre o 2º Encontro Nacional

A programação do evento incluiu a apresentação do manifesto “Alimentar é construir o futuro”, conduzida pelos consultores do Sistema CNA/Senar, Paulo Crepaldi e José Luiz Tejon; palestra sobre inovação e futurismo com o multiempreendedor Tiago Mattos, único professor brasileiro da Universidade Singularity, nos Estados Unidos; oficina de Storyboard, técnica de representação visual para ilustração de ideias; palestra sobre como lidar com o cansaço emocional na pandemia, com as consultoras do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Karen Kroll e Thayanne Lima e palestra sobre lições de inovação, com o escritor e empreendedor, Maurício Benvenutti, sócio da plataforma de educação StartSe.

E ainda: atividade lúdica surpresa, em que os jovens foram desafiados a apresentarem suas soluções a um grupo de crianças de 10 a 13 anos, dinâmicas sobre curiosidades e expressões regionais e uma rodada de debates sobre os projetos nos quais estão trabalhando ao longo de 10 meses, tendo apoio dos mentores.

Percepções dos amazonenses

Olivian Júlia, 24 anos, natural de Parintins, relembra o caminho do início até aqui e o valor do programa para ela. “Já percorremos 10 meses de aprendizado, e a Olivian que começou não é a mesma de hoje. Eu tinha dúvidas do que queria seguir, então o CNA Jovem veio não só para me ensinar sobre ser líder, mas também qual o meu lugar na sociedade e o que eu posso fazer pelos outros. Minha formação pessoal e profissional está mais alinhada agora e consigo enxergar oportunidades de outra forma e aproveitá-las”, avalia.

Para a jovem, um dos conteúdos mais interessantes da programação foi a apresentação do manifesto “Alimentar é construir o futuro”, que traz uma nova abordagem para o agronegócio e reforça os conceitos de união, convergência e entendimento em prol daqueles que vivem no campo ou na cidade. “O meu projeto no CNA Jovem trata sobre sustentabilidade, desperdício e o reaproveitamento de alimentos, por isso essa palestra foi a que mais me marcou, por estar alinhada com o que eu penso e com meu propósito de vida”, conclui Olivian.

Gabriel Gomes, 24 anos, natural de Borba, conta que gostou muito da interação com os demais participantes e de conhecer as ferramentas e mecanismos que ajudam no desenvolvimento do projeto no qual está trabalhando. E descreve a experiência como sendo de grande relevância para o futuro.

“Estes conhecimentos nos ajudarão a buscar melhorias para os nossos agricultores no Amazonas naquilo que eles mais precisam, com espírito empreendedor diante dos desafios complexos que enfrentamos. Portanto, daqui a alguns anos, pretendo auxiliar a minha família a ter mais rentabilidade no gerenciamento da propriedade que possuímos, exercendo a fruticultura em sistemas agroflorestais, como também contribuir com os demais agricultores da minha região”, disse o jovem.

Para Thiago André Campos, 23 anos, técnico agrícola e estudante de Agronomia pela Universidade Federal do Amazonas, o evento proporcionou um crescimento pessoal e profissional que vai levar para a vida. Ele enfatiza a experiência de aprender a passar as ideias de forma simples utilizando storyboard e as técnicas de desenho e ainda o bate-papo com grandes escritores, como Tiago Matos, autor do livro “Vai lá e faz”, que compartilhou com os 80 jovens os desafios reais do mercado.

“Percebi a importância de ser um líder antenado com as novas tecnologias, técnicas de gestão pessoal, comunicação, psicologia, gestão pessoal e empresarial. No encontro tivemos a oportunidade de aprender a conversar e passar a nossa ideia central para o presidente de uma grande empresa ou para uma criança de 6 anos de forma eficaz. Nos mostrando a importância de se adaptar em cada momento”, descreve.

Com o evento, a expectativa dos três amazonenses para os próximos está bem alta. O terceiro encontro nacional do programa, de um total de quatro, já tem data marcada e deve ocorrer nos dias 15 e 16 de agosto. Até lá, os jovens seguem com as atividades remotas e sessões de mentoria semanais.

Saiba mais sobre os jovens do Amazonas

Gabriel Gomes de Castro é licenciado em Letras – Língua Portuguesa e trabalha na Secretaria Municipal de Educação em Borba/AM, município onde nasceu e reside. É filho de produtor assistido pelo Programa de ATeG do Senar Amazonas e jovem agricultor que escolheu a área Política para desenvolver seu projeto no CNA Jovem.

Olivian Julia Souza Farias é técnica em Agropecuária, Licenciada em Ciências Biológicas, Especialista em Educação Especial e Inclusiva. Escolheu a área Empresarial como foco no programa.

Thiago André Piedade Campos é técnico em Agropecuária e graduando em Agronomia na Universidade Federal do Amazonas. Nascido em Parintins, atualmente estuda em Itacoatiara, o jovem escolheu a área Educacional para trabalhar no programa CNA Jovem.

Fonte – Senar

Foto – Divulgação

 

Deixe uma resposta