Governo do AM promove workshop para impulsionar Cadeias Produtivas Prioritárias, com foco no guaraná

Notícias

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vai realizar um Workshop das Cadeias Produtivas Prioritárias, destacando o guaraná como foco principal. O evento vai ocorrer na quinta-feira (23/11) e sexta-feira (24/11), no município de Manacapuru (a 68 quilômetros da capital), promovendo o fortalecimento não apenas dessa cadeia, mas também de outras cadeias produtivas essenciais da região.

Durante o workshop, que vai acontecer no auditório Caiaué Embrapa Amazônia Ocidental, na Fazenda Manancial, serão abordadas estratégias para fortalecer a produção local, explorando o potencial do guaraná e outras cadeias produtivas prioritárias da região.

“O workshop representa um passo significativo na busca pela valorização dos recursos locais, como o guaraná, e na promoção de estratégias que impulsionam a economia regional, fomentando a geração de empregos e renda, além de fortalecer a identidade e a sustentabilidade das atividades produtivas no Amazonas”, comentou o secretário da Sepror, Daniel Borges.

Com a duração das atividades das 8h às 17h, o evento vai proporcionar um ambiente propício para a integração entre teoria e prática, visando impulsionar o setor agrícola e promover o crescimento econômico sustentável.

Programação

Direcionado a um público-alvo de produtores rurais, representantes de agroindústrias e técnicos ativos na atividade produtiva, o workshop pretende atingir objetivos claros. Entre os quais, prospectar demandas para apoiar ações de Projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), subsidiar políticas públicas e apresentar novas tecnologias e sistemas de produção aos empreendedores rurais, desenvolvidos pela Embrapa.

A programação inclui apresentações de tecnologias específicas da Embrapa para a cadeia produtiva do guaraná, trocas de experiências com sabores vegetais do Brasil, além de abordar a produção e comercialização do guaraná orgânico. Metodologias e dinâmicas para a cadeia de valor do guaraná também serão discutidas, culminando na construção coletiva de uma proposta de atuação nessa cadeia.

Participantes

Autoridades, especialistas do setor, produtores rurais e demais envolvidos nas cadeias produtivas prioritárias participarão ativamente, compartilhando conhecimentos, experiências e debatendo estratégias para elevar a eficiência da produção, agregar valor aos produtos locais e ampliar a inserção desses produtos nos mercados nacional e internacional.

 

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação

Deixe um comentário