Conselho assina apoio à campanha da Apex Brasil para a equidade de gênero no comércio internacional

Notícias

O Conselho Nacional da Mulher Empreendedora e da Cultura (CMEC) da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) assinou, nesta terça-feira (26), uma carta de compromisso com a Apex Brasil para promover a equidade de gênero no comércio internacional. “Isso é a união de forças por um único propósito: a equidade. Nós, mulheres precisamos reforçar essas parcerias para alcançarmos cada vez mais mercados e irmos ainda mais longe”, declarou Ana Claudia Badra Cotait, presidente do CMEC.

O documento foi assinado junto à diretora de Negócios Apex Brasil, Ana Paula Repezza, e tem como objetivo desenvolver uma nova cultura, em que a paridade de gênero seja incorporada como pressuposto das atividades desenvolvidas tanto pela Agência, como por seus parceiros. Hoje, um ano após o lançamento do Compromisso de Equidade de Gênero da instituição, Ana Paula diz que 50% das posições de liderança na ApexBrasil são ocupadas por mulheres. A parceria com o CMEC focará na inclusão de mulheres no mercado de exportação e importação.

A assinatura aconteceu durante o segundo dia do 3º Women Entrepreneur Forum, promovido pelo CMEC da CACB, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), por meio do Fórum Industrial da Mulher Empresária, e a Apex Brasil. O We Forum, reúne, em Brasília, mais de 600 mulheres, provenientes de 19 países, com o objetivo de aumentar oportunidades das empresárias brasileiras dentro e fora do país.

“Para nós é uma grande honra receber mulheres brasileiras e estrangeiras, dedicadas ao empreendedorismo feminino, para um encontro como este”, disse a presidente do Fórum Industrial da Mulher Empresária, Monica Monteiro, também presidente do BRICS WBA Brasil, conselheira do CineGroup, diretora Institucional da Band PayTV e consultora de Comunicação da CACB. Também participou da abertura Mauricio Prazak, Presidente do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Relações Empresariais Internacionais (Ibrei).

Presente ao evento, o secretário de Promoção Comercial, Ciência, Tecnologia, Inovação e Cultura do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Laudemar Gonçalves de Aguiar Neto, destacou a importância da educação e da capacitação para o fortalecimento do empreendedorismo feminino e a equidade de gênero. “Precisamos estar juntos para garantir que a maior parte da população brasileira, que são as mulheres, tenha voz e ocupe seus espaços”, disse.

O primeiro painel do evento tratou do tema Inovação e Tecnologia, debatendo a importância das mulheres atuarem juntas, de mãos dadas, usando da tecnologia e a inovação para impulsionar negócios e expandir mercados. A mesa foi composta por Claudia Ramalho, superintendente de Cultura CNI/SESI/SENAI/IEL; Heidi Virta, diretora regional da Business Finland para América Latina; Rosilda Prates, presidente P&D Brasil – Associação de Empresas de Desenvolvimento Tecnológico Nacional e Inovação; Nataliia Vershinina, fundadora do Grupo de Empresas Centro de Migração Unificado; Denise Albuquerque, diretora do Departamento Jurídico da Sate Grid Brazil Holding; Jacqueline Lopes, diretora de Relações Institucionais LATAM South na Ericsson; e Platon Tinn, CEO e fundador da MindSpa.com.

O segundo painel, com o tema indústria, abordou a necessidade de fortalecimento do setor para garantir o desenvolvimento. A paridade salarial a partir do gênero aumentou nos últimos dez anos, com crescimento progressivo dos salários das mulheres em relação aos dos homens. Nesta agenda participaram Cristhine Samorini, presidente da Findes; Gustavo Horbach, CEO para a América Latina da EuroChem; Lebogang Zulu, presidente – BRICS Women’s Business Alliance África do Sul; Dun Yilan, diretora e consultora Jurídica chefe, China National Salt Industrial Group Co., Ltd.; e Carolina Wosiack, Kraft Heinz Global VP of Agile Transformation.

Já os painéis da parte, abordaram oportunidades de negócios e o panorama de expansão de segmentos econômicos como infraestrutura, energia e consumo. No painel sobre Infraestrutura, a ex-embaixadora da Áustria e vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil-Índia, Marianne Feldmann, comentou sobre a entrada de novos players no mercado de infraestrutura. “Se queremos fazer negócios e exportar, precisamos ter logística e rodovias”, apontou.

Já o diretor do Departamento de Obras Públicas na Secretaria Nacional de Transporte Rodoviário do Ministério dos Transportes, Allan Machado, abordou os desafios da pasta em fazer o de integração regional e de permitir que as cargas sejam transportadas e cheguem aos seus destinos.

“O Brasil é o quinto maior país do mundo em extensão territorial e com relevo desafiador. Temos locais com fluxos específicos de carga para atender regiões produtoras no sentido cidade-porto”, disse o diretor. Neste painel, também participaram a conselheira do Fórum Industrial da Mulher Empreendedora da CNI, Rose Santos; a diretora executiva de Relações Institucionais e Sustentabilidade da Arteris, Giane Zimmer, e o diretor-presidente da ABCR (Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias), Marco Aurélio Barcelos.

Dando continuidade ao evento, o painel de Energia contou com a participação da diretora da BandNews, Rosangela Lara; da gerente geral de Comunicação e Marketing da Eneva, Camila Schoti; do CEO da Neoenergia Brasília, Frederico Candian; da vice-presidente de Energia Renovável e ESG da Vibra Energia, Clarissa Sadock; da diretora de Infraestrutura e energia do BID (Banco Interamericano), Silvana Bianco, e da diretora da China Power International Development, Qiu Dong.

O grupo debateu os desafios para o crescimento do setor e tendências que serão decisivas para a expansão do mercado. De acordo com os debatedores, a agenda ESG e a transição para a matriz sustentável precisam estar no radar das empresas e empreendedores.

Já o painel sobre Consumo teve como debatedores a sócia da Ernest Young, Cristiane Amaral; a vice-presidente do Conselho de Administração do Grupo Sabin, Janete Vaz; a assessora sênior da Aqua Capital, Larissa Pomerantzeff; a assessora de projetos da Enterprise Europe Network’s (EEN) Idaira Alfonso; da CEO e cofundadora da Nick Healthcare, Flavia Quintanilha, e do CEO da Marfrig Global Foods, Rui Mendonça Junior. Os participantes falaram sobre a trajetória das empresas, o aumento do consumo e a qualidade exigida pelos consumidores.

 

Fonte – Ascom

Foto – Divulgação

Deixe um comentário