A II Feira de Agronegócios em Manaus vai contar com a presença da Embrapa

Notícias

A Embrapa Amazônia Ocidental vai participar com palestras, minicursos e oficina na II Feira de Agronegócios, que acontece de 23 a 26 de agosto, no Campus da Universidade Nilton Lins, no Parque das Laranjeiras, em Manaus, AM. O evento tem por objetivo promover o desenvolvimento do setor, buscando o aumento da produtividade mediante a utilização de tecnologias sustentáveis.

Na programação da Embrapa haverá na quinta-feira (23/8), das 8h às 12h, a oficina Nutrisolo, com a pesquisadora Mirza Carla Pereira e o analista Marcos Salame; das 14h às 18h, o minicurso “Cultivo de tambaqui em tanque escavado”, com os pesquisadores Roger Crescêncio e Cláudio Izel. Na sexta-feira (24/8), das 8h às 12h, minicurso Adubação Orgânica, com o pesquisador Nestor Lourenço; às 10h, palestra Projeto Balde Cheio em Rede no Amazonas, com o veterinário Nilton Guimarães; às 14h palestra Adequação ambiental ao Código Florestal de propriedades rurais no Amazonas, com o pesquisador Roberval Lima. No sábado, dia 25/8, das 8h às 12h, o minicurso Sistema de Produção de Banana, com a pesquisadora Mirza Carla Pereira.

De acordo com a organização, a edição deste ano vai proporcionar um ambiente favorável à troca de novas tecnologias produtivas e ao fechamento de negócios como um todo, incentivando a organização de produtores na realização de projetos sustentáveis, com a integração de órgãos fomentadores do desenvolvimento. O evento será realizado no Campus da Universidade Nilton Lins, localizada na Avenida Professor Nilton Lins, nº 3259, Parque das Laranjeiras, zona centro-sul da cidade.

Este ano a expectativa de público para os quatros dias de feira é em torno de 150 a 200 mil pessoas, entre produtores rurais, criadores de animais, técnicos, pesquisadores, estudantes, empresários do ramo do agronegócio, agências de fomento, bancos, órgãos públicos reguladores do agronegócio, visitantes, entre outros.

Nos quatros dias de feira o público vai ter a oportunidade de participar de várias atividades que o evento irá proporcionar, como: conhecer e fazer negócios com máquinas, veículos, equipamentos, implementos agrícolas, produtos de origem animal, hortifrúti, serviços agropecuários, cursos, palestras e reuniões setoriais de entidades e instituições ligadas ao setor produtivo.

Haverá também a divulgação dos programas e ações governamentais, leilões virtuais de animais e prenheses (animais que a população compra para dar cria), julgamento de animais, competições, torneios leiteiros e provas equestres (prova com cavalos), além de uma feira gastronômica e um rodeio que é a grande novidade deste ano.

O espaço físico que será utilizado na feira é mais de 100.000 mil m², com a exposição de produtos em stands de veículos, motocicletas e náutica, stands de máquinas, equipamentos e implementos, stands de pet, stands de produtos e serviços ligados ao agronegócio, stands de agências bancárias e agências de fomento, viveiro de peixes, praça de alimentação, entre outros. Tudo vai ser totalmente adaptado ao fluxo de pessoas e veículos que circularão durante a II Feira de Agronegócios.

Fonte – Embrapa

Foto – Divulgação