Agricultores Familiares da cidade de Amaturá no interior do Amazonas recebem mudas de Castanha do Brasil

Notícias

Na quarta feira, (25/04), 5.000 mil mudas, foram distribuidas para produtores de 8 comunidades, na região de Amatura – são elas: Umarirana; São João; Eureka; Ceilão; Cordeiro de Deus; Tambaqui; Bom Pastor; e Nova Itália.

De um total de aproximadamente 17.800 mudas de Castanha do Brasil, oriundas de doação da Agropecuária Aruanã, ao Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal do Estado do Amazonas (Idam). As mudas foram distribuídas em áreas com tradição de produção de castanha e vão ser plantadas ao longo do mês de abril e maio.

Nos municípios beneficiados as mudas foram distribuídas pelos técnicos das unidades locais e parceria com as prefeituras. Os produtores das comunidades cadastradas e aptas a receber as mudas em Amaturá receberam na praça central do município.

O Agricultor Egberto Inácio da Comunidade Umarirana, Margem Direita do Rio Solimões, um dos beneficiados, agradeceu pelo recebimento das mudas, e pelo apoio dos técnicos do Idam local, ele recebeu 150 mudas, das 650 que foram destinadas para sua Comunidade, disse que: “o bom das mudas de Castanha é que podem ser plantadas no meio da roça de mandioca e quando for colher a mandioca permanece as castanheiras, aí é só cuidar, adubar, e fazer o devido tratamento e esperar a colheita”, e ainda, “não esperar colher as castanhas desse novo plantio, mas sim deixar para os filhos, que certamente também farão o proveito desse plantio, é isso que me alegra saber que vou deixar uma fonte de renda para meus filhos e netos”, complementou o agricultor.

Segundo o gerente da unidade local, essa iniciativa é bem oportuna, pelo fato do município ser reconhecido tradicionalmente como grande produtor de Castanha do Brasil na região do Alto Solimões, “sobre tudo, por estar instalada aqui uma Usina de Beneficiamento de Castanha, cuja capacidade de beneficiamento é 200 toneladas por safra”. A partir da introdução de novas Castanheiras, ou seja, o aumento da área cultivada espera-se um aumento gradativo da produção local com o passar dos anos.
“No sexto ano, essas mudas que serão plantadas agora deverão iniciar a produção, o que consequentemente irá aumentar a oferta de castanha para Usina gerando mais emprego e renda aos produtores, frisou o gerente.

A unidade local do Idam irá prestar o devido acompanhamento e assistência técnica, junto aos produtores rurais.

Outros municípios também foram beneficiados com as mudas de castanha, foram eles: Beruri que recebeu 6.400 mudas; Manicoré 3.800; Uarini 1.000; Manaus 400; Careiro da Várzea e, Anori 950 e encerrando agora com município de Amaturá. Outros municípios também deverão receber as mudas em breve.

“Trata-se de uma atividade de parcerias, recebemos as mudas da Agropecuária Aruanã, encaminhamos para os municípios, que são distribuídas pelos técnicos do Idam, juntamente com as prefeituras. Além de beneficiar os agricultores, é também um incentivo, para reposição das áreas antropizadas. Haverá também a inclusão de outras espécies, como açaí, cupuaçu e cacau”, enfatizou Salvador.

 

Fonte – Secom

Deixe uma resposta