Estação das Docas no Pará, recebe I Feira das Cooperativas da Região Norte

Notícias

A Estação das Docas receberá, entre os dias 24 e 26 de abril, a 1ª Feira das Cooperativas da Região Norte. Promovida pelo Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado do Pará (Sistema OCB/PA), o evento contará com exposições, palestras e oficinas, além de rodadas de negócios e apresentações culturais. A abertura será nesta quarta-feira (24), a partir das 19h. Já nos dias 25 e 26 a programação ocorre de 9h às 22h com entrada franca.

O objetivo do evento é difundir para a população os produtos e serviços das cooperativas, os segmentos econômicos em que atuam, assim como orientar em quais destes os profissionais autônomos podem empreender, já que o cooperativismo é utilizado por quase 100 mil paraenses. Pela primeira vez na história do Estado, o setor mostra seu potencial através da Feira de Negócios do Cooperativismo (FENCOOP), cuja temática é tendência de negócios em 100 países, congregando 1 bilhão de pessoas no mundo.

“O cooperativismo já contribui com o desenvolvimento socioeconômico do Pará há aproximadamente 90 anos. E pela primeira vez em sua história o setor realizará um evento em grandes proporções para se apresentar oficialmente aos paraenses”, afirma o presidente do Sistema OCB/PA, Ernandes Raiol.

Cooperativas de todos os ramos de atividades econômicas do Pará estarão representadas na Feira. No total, mais de 220 cooperativas dispostas nos ramos trabalho, infraestrutura, educacional, agropecuário, crédito, consumo, mineração, saúde, transporte e produção estarão presentes no evento.

Dentro da programação informativa, ocorrerão palestras com temas relacionados ao cooperativismo, cenário econômico, cases de pioneirismo, inspiração e superação, assim como vantagens do crédito cooperativo e oficinas sobre como constituir uma cooperativa. Já a programação cultural contará com singulares de turismo, educação e artesanato que apresentarão os elementos que compõem a cultura paraense.

“Nosso objetivo é promover, através da Feira de Exposições, o reconhecimento do cooperativismo pela sociedade paraense e do quanto este influencia positivamente a economia estadual, e, paralelamente, a geração de novos negócios para as cooperativas é também outro objetivo a ser alcançado através da exibição de seus produtos e serviços”, completa Raiol.

A expectativa é que a Feira receba aproximadamente 10 mil pessoas ao longo dos três dias, ampliando o reconhecimento do setor cooperativista. Na oportunidade, se fará o lançamento de novos produtos diretamente aos consumidores em potencial.

 

Fonte – Agência Pará

Foto – Divulgação