Estratégias e prioridades são as necessidades das cooperativas de transporte

Notícias

Essa foi uma semana intensa para o cooperativismo de transporte. De terça a quinta-feira, representantes de diversas frentes estiveram reunidos e participaram de eventos com o foco de planejar e executar melhorias para o setor.

Reunindo um grupo de 150 participantes, o Seminário Nacional de Autogestão para Cooperativas de Transporte discutiu a utilização de referenciais comparativos, objetivando a melhoria contínua dos processos que envolvem a gestão das cooperativas. A palestra-tema do encontro abordou a importância do planejamento para o sucesso das cooperativas.

Antes disso, na quarta-feira o Conselho Consultivo do Ramo esteve reunido para a segunda etapa do trabalho de reflexão estratégica do cooperativismo de transporte. Com metodologias participativas, o grupo trabalhou na definição de uma visão de futuro, prioridades e projetos estratégicos para o setor.

Também na quarta, foi realizada a 25ª reunião do Fórum Permanente do Transporte Rodoviário de Cargas. Reunião que ocorre mensalmente, com representantes de todos os segmentos do transporte (embarcadores, transportadores e Governo) com o objetivo de receber as demandas apresentadas pelos setores, analisa-las e dar o devido encaminhamento em busca das melhores soluções.

Segundo o coordenador do Ramo Transporte do Sistema OCB, Abel Paré, são movimentações importantes, que darão ao setor mais força e assertividade para trabalhar em 2018: “Este é um trabalho inédito no ramo transporte, um verdadeiro divisor de águas. Com as reflexões estratégicas que estamos construindo, será possível dar o adequado tratamento às prioridades do setor, dentro dos prazos necessários”, reflete Paré.

 

 

Deixe uma resposta