Idesam abre chamada para criação de Banco de Projetos voltados à bioeconomia da Amazônia

Notícias

O Idesam lança nesta quinta-feira (12) uma Chamada para Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs), startups, incubadoras e empreendedores em geral com o intuito de criar um Banco de Projetos de Bioeconomia. O encontro acontece às 15h, na sede do Centro de Bioeconomia da Amazônia (CBA), onde as iniciativas que buscam soluções para a exploração econômica sustentável da biodiversidade da região poderão saber todos os detalhes de como submeter seus projetos.

O Banco de Projetos será a base de Projetos, Empresas e Incubadoras do PPBioeconomia para apresentar às empresas de informática do Polo Industrial de Manaus (PIM). Desde março deste ano o Idesam está habilitado na coordenação do PPBioeconomia.

Em resumo, o PPBioeconomia consiste no desenvolvimento de soluções em ciência, tecnologia e inovação para o desenvolvimento sustentável da Amazônia. “As soluções poderão ser desenvolvidas graças às obrigações de investimento em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) de empresas beneficiárias da Lei de Informática da Suframa. Já para as empresas de Informática do PIM, esta é uma alternativa descomplicada de investimento da contrapartida dos incentivos fiscais para o desenvolvimento regional, sem risco de glosa ou multas por aplicação indevida de recursos”, explica Carlos Koury, coordenador do Programa Prioritário.

Os projetos de bioeconomia dos ICTs públicos e privados, incubadoras e empreendedores de impacto da Amazônia presentes no banco de projetos serão disponibilizados pelo Idesam às empresas com obrigação de reinvestimento de PD&I do PIM. Com garantia de sigilo, espera-se que o banco de dados aumente a oportunidade de que as empresas identifiquem projetos condizentes com suas expectativas de investimentos em Bioeconomia na Amazônia, desenvolvendo novos produtos, serviços e processos que atuem nas cadeias produtivas da bioeconomia na floresta até intervenções na biorremediação e reaproveitamento de resíduos, sempre em conformidade com os eixos de atuação previstos na regulamentação do Programa Prioritário de Bioeconomia.

 

Fonte – Idesam

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta