Nos próximos três dias, USP em Piracicaba será o centro do agronegócio

Notícias

Fortalecer e expandir o papel e as contribuições das universidades, melhorando a integração entre a academia e os demais elos do agronegócio é a proposta do Esalqshow. O Fórum de Inovação para o Agronegócio Sustentável debaterá este ano os desafios e oportunidades do agro brasileiro até 2030. A abertura será nesta quarta-feira, dia 9, a partir das 8h30, no Prédio Central da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba.

Até o dia 11 de outubro, a programação reúne discussões para fomentar a inovação e o empreendedorismo na agricultura. A ideia é estimular parcerias para intensificar a colaboração entre a Universidade e os mercados nacional e internacional gerando novas oportunidades. Só no ano passado, o fórum reuniu mais de 3 mil participantes, além de 68 expositores, 80 palestrantes, 21 projetos apresentados e 104 jornalistas.

O evento, que está na terceira edição, é realizado pela Esalq em parceria com a Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq) e Araiby na organização. “Além de promover o empreendedorismo, o Esalqshow vem para dar mais visibilidade às iniciativas acadêmicas para o mercado nacional e internacional”, aponta Luiz Carlos Corrêa Carvalho, presidente do conselho consultivo do fórum. Nos próximos três dias, os secretários de Agricultura do Estado de São Paulo, Gustavo Junqueira, e de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Marcos Vinholi, transferem seus Gabinetes para Piracicaba.

Oportunidades do setor nos próximos anos

Quais são os desafios e oportunidades que o agronegócio terá até 2030? Este será um dos questionamentos a serem debatidos durante o Encontro de Lideranças em Agricultura, que será no dia 9 de outubro, a partir das 14 horas.

Sob o tema Relações Internacionais no Agro, o debate contará com a presença de Flávio Campestrin Bettarello (secretário adjunto de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura), Guo Pei (professor e pesquisador da China Agricultural University), Jorge Cabral (embaixador de Portugal no Brasil), Ricardo Carciofi (membro do Grupo de Países Productores del Sur) e Yang Wanming (embaixador da China no Brasil).

“A proposta é apresentar e debater as diferentes perspectivas da agricultura sob a ótica da academia, das agências de pesquisa, setores produtivos, governos e cooperação internacional. A ideia é de contextualizar, de maneira ampla, estratégica e global, a visão de cada um destes especialistas e profundos conhecedores do setor sobre o tema central do Esalqshow, que são os desafios e oportunidades do agro até 2030 e o que é preciso ser feito neste contexto”, aponta Luiz Carlos Corrêa Carvalho, que será o mediador do debate.

Agtech Valley Summits

Com o objetivo de levantar as principais questões e desafios para o setor, discutir as últimas tendências do mercado e envolver líderes da academia, produtores e empresas, o Agtech Valley Summits terá palestras, debates e mesas-redondas, nos dias 10 e 11 de outubro. O evento contará com quatro painéis diários, que ocorrerão das 9 horas às 16h30.

No dia 10 de outubro, o tema central será O agro brasileiro e seus caminhos e os painéis abordarão assuntos como Comércio Exterior – Os Caminhos até 2030, Mercado Brasil-China e Mecanismos Financeiros.

Já no dia 11, a programação será sobre A inovação tecnológica no agro a favor de uma alimentação mais saudável e da energia renovável. Os palestrantes e debatedores tratarão de Alimentos Saudáveis, Etanol e Açúcar, Sistemas de Produção e o Profissional do Futuro: Visões da Academia e do Mercado.

Feira de Inovação e Tecnologia

A Feira de Inovação e Tecnologia é um espaço dinâmico em que os participantes discutirão desafios, soluções e tendências, estimulando o networking, a formação de parcerias e promovendo novas ideias, tecnologias, produtos e serviços.

No painel Startups no Agronegócio – Academyday, os participantes poderão obter informações de como transformar conhecimento em inovação e o papel das universidades dos institutos de pesquisa. Já o painel Agricultura Familiar e Pequeno Produtor abordará as políticas para inclusão de modelos sustentáveis, oportunidades de mercado e sucessão familiar e viabilidade do negócio.

No painel Agricultura Digital – Conectividade as palestras abordarão instrumentação, monitoramento, conectividade e o mercado da agricultura digital.

O espaço funcionará durante os três dias do Esalqshow, das 9 às 17 horas. Haverá ainda área de exposições junto aos auditórios com a participação de centros de pesquisa, empresas e startups.

Clínica de Consultoria para Startups e Empreendedores

Para a edição deste ano, o Esalqshow contará com uma programação exclusiva para os empreendedores e startups que desenvolvem inovações para o agronegócio. A Clínica de Consultoria para Startups e Empreendedores, que será nos dias 10 e 11 de outubro, das 9 às 17 horas, vai oferecer sessões de consultoria individual, com o objetivo de auxiliar no desenvolvimento das atividades a fim de materializar ideias em soluções e formatar os modelos de negócios. Os atendimentos são gratuitos e ocorrerão por agendamento prévio.

Casa do Produtor Rural

Já pensou em fazer uma horta em casa reaproveitando materiais como canos, pneus e garrafas pets? Como cultivar hortaliças hidropônicas ou ainda fazer uma composteira doméstica? Estes serão alguns dos temas oferecidos pela Casa do Produtor Rural da Esalq durante o Esalqshow.

As oficinas foram dividas nos módulos: Olericultura, Fruticultura, Ambiental, Faça Você Mesmo, Controle Biológico de Pragas, Agroindústria, CPRural Responde, Meliponicultura e Fungicultura. Todas as atividades são gratuitas e ocorrerão das 9 às 17 horas, no Espaço Inovar, na Central de Aulas.

Durante o Esalqshow, os participantes do evento poderão aprender sobre diferentes temas agrícolas, como controle alternativo de pragas e doenças em hortas domésticas, sistema integrado de produção de peixes e hortaliças, a importância da qualidade de água na agricultura, preparo de solo, plantio, adubação e colheita para o cultivo de cenouras e beterrabas.

23 projetos e serviços desenvolvidos pela USP

A programação do fórum contará com a apresentação de 23 iniciativas que estão disponíveis à sociedade. São projetos e serviços desenvolvidos nos onze departamentos da Esalq, que integrarão a Feira de Inovação e Tecnologia do Esalqshow e que já estão disponíveis no mercado.

“O objetivo é aproximar a academia da comunidade, divulgar os trabalhos desenvolvidos em atividades de ensino, pesquisa e extensão, além de produtos e serviços disponíveis à sociedade. Por meio desta ação, a instituição abre suas portas e oferece a oportunidade de conhecer, por meio de estandes no evento, os departamentos que integram a instituição”, explica Durval Dourado Neto, diretor da Esalq.

Entre os estandes, está o espaço Agroindústria, Alimentos e Nutrição, que mostrará as inovações em ciência e tecnologia na produção de bebidas, envolvendo ferramentas de garantia e controle de qualidade no processo. O público também poderá ter acesso aos estudos de inovação para conservação de frutas nativas, que mostrará como produtos naturais à base de óleos essenciais são utilizados como agentes antimicrobianos.

Outro espaço é o Ciências Exatas, que apresentará informações sobre a evolução da ciência estatística, sua importância no meio científico e nas ciências agrárias. “Atualmente, muito se fala em Big Data e Machine Learning, sendo assim, um dos serviços oferecidos será demonstrar orientações e assessoria sobre novos desafios, que vêm para auxiliar no planejamento de experimentos e também na análise de dados”, explica a docente Sônia Maria De Stefano Piedade, que acompanhará esse estande na feira.

O Esalqshow conta com o patrocínio da Bayer, Coplacana, Case IH, LS Tractor e John Deere. O evento também tem o apoio da Abisolo – Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal, Associação Brasileira do Agronegócio (Abag), Associação dos Ex-Alunos da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Adealq), Associação Comercial e Industrial de Piracicaba, Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (ANDAV), Embrapa, ESALQTec, FAESP/Senar, Fórum do Futuro, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), do MUTUA-SP, Prefeitura de Piracicaba, Prefeitura do Campus USP Luiz de Queiroz (PUSP-LQ), Sebrae-SP, Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Secretaria de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, Sesi-SP e Sistema Ocesp – Organização das Cooperativas do Estado de São Paulo.

Fonte – USP

Foto – Divulgação

Deixe uma resposta