Pesca predatória preocupa ribeirinhos no município de Careiro da Várzea

Notícias

O igarapé dos Reis, no município do Careiro da Várzea, é considerado por pescadores e ambientalistas um “berçário natural” para várias espécies de peixes, como pirarucu, aruanã, matrinxã e sardinha, entre outras.

Devido sua importância para reprodução nos rios, a pesca no igarapé dos Reis é controlada por pescadores locais e pelo Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam).

Mesmo com a fiscalização, o igarapé dos Reis têm sofrido com a pesca predatória causada por pescadores vindos de outras localidades ribeirinhas, e até de outros Estados e países.

O problema chegou ao conhecimento do Ipaam e da secretaria do Meio Ambiente do Careiro da Várzea, que tentam conter a invasão de pescadores.

O presidente da Associação dos Moradores do Igarapé dos Reis, José Alves Oliveira, disse que é comum encontrar barcos pesqueiros fazendo pesca predatória no local. Barcos com turistas também são vistos no igarapé, de onde saem carregados de peixes.

Diante do esgotamento das espécies que habitam o igarapé, os moradores e pescadores do local buscam apoio dos veículos de comunicação de Manaus para denunciar o problema e buscar uma solução para a pesca predatória.

Nesta quinta-feira (23) estarão em Manaus o presidente da Colônia de Pescadores do Careiro, Valdemiro Falcão, o presidente da associação dos moradores do Igarapé dos Reis, José Oliveira, o secretário do Meio Ambiente do Careiro da Várzea, José Passos, além de pescadores e moradores ribeirinhos.

Fonte – Ascom

5 comments

Deixe uma resposta